Com 3 gols de Lucas Barrios, Palmeiras vence o Fluminense

Apesar do placar, o domínio dos cariocas no 1º tempo foi completo

Image title


Lucas Barrios sempre gostou do número 8. Foi com essa camisa que o centroavante se notabilizou pela seleção paraguaia. No Palmeiras, ele vinha usando a 10, mas anunciou a troca na noite da última terça.

Sorte alviverde? Na estreia do estrangeiro vestindo seu talismã, ele marcou três vezes, e o Verdão goleou o Fluminense por 4 a 1 nesta quarta-feira, no estádio do Maracanã, reacendendo a briga pelo G-4 e afundando o adversário na crise.

Apesar do placar, o domínio dos cariocas no primeiro tempo foi completo. Diante de um visitante apático, que só finalizou uma vez em 45 minutos, o Flu não precisou de muitas chances para abrir o placar com Jean. A defesa do Verdão voltou a falhar: Jackson deixou a bola de graça para o meio-campista do Tricolor, livre, marcar o primeiro gol da partida.

Porém, as mudanças de Marcelo Oliveira na etapa complementar surtiram efeito. Após Fred cobrar pênalti para fora, Lucas Barrios, que havia substituído Alecsandro, aproveitou vacilo e igualou o marcador. Mais ofensivo, o Palmeiras cresceu muito no jogo. O Fluminense passou a ter menos posse de bola e não aproveitou as chances restantes. Gabriel Jesus, apagado na maior parte do jogo, virou. E o paraguaio coroou uma noite iluminada.

Entre faixas de "Vergonha", "Luto" e "Queremos raça", o time carioca chegou à sétima partida sem vitória: são seis derrotas e um empate no Brasileirão. O Verdão, após cinco tropeços consecutivos como visitante, voltou a vencer fora de casa. O Fluminense volta a campo no próximo sábado, às 21h (horário de Brasília), contra a Ponte Preta, no Moisés Lucarelli.

No mesmo dia, às 18h30, o Palmeiras recebe o Grêmio no estádio do Pacaembu.

O jogo

O Fluminense precisou de apenas dois minutos para explorar a principal falha defensiva do Palmeiras: a bola parada. Cruzamento de Jean, desvio de Antonio Carlos e grande defesa de Fernando Prass. Mesmo com impedimento no lance, uma previsão do que seria restante do primeiro tempo no Maracanã. Mesmo com limitações, o Tricolor dominou as chances na metade inicial partida.Sem domínio da posse de bola, o Verdão apenas marcava e se limitava a assistir os donos da casa tocarem a bola. O time paulista não finalizou nenhuma vez e passou a jogar recuado.

O Tricolor aproveitou: Fred perdeu gol feito, dentro da pequena área, mas o que parecia apenas questão de tempo se concretizou aos 36 minutos. Em cobrança de lateral, Jean aproveitou falha do zagueiro Jackson, que tentou afastar de cabeça, mas deu uma assistência, e abriu o placar. Ciente do trabalho quase nulo do setor ofensivo na etapa inicial, Marcelo Oliveira lançou o Palmeiras para o ataque no segundo tempo. Entraram Rafael Marques, Allione e Lucas Barrios.

E o paraguaio, em parceria com Gabriel Jesus, resolveu o jogo para o Palmeiras. Fred teve, aos 16 minutos, a chance de "matar" a partida para o Fluminense, em pênalti cometido por Fernando Prass. Jogou para fora. Mal sabia ele que o vacilo se transformaria em goleada adversária. Inspirado, Lucas Barrios, agora com a camisa 8, marcou o primeiro, viu Jesus virar a partida e ainda foi às redes mais duas vezes. Uma noite iluminada longe de casa e o retorno à briga pelo G-4.

Fonte: Com informações: Globo Esporte