Com erro de arbitragem, Bahia vence Goiás e acaba com longo jejum

Com erro de arbitragem, Bahia vence Goiás e acaba com longo jejum


Após dez partidas o Bahia voltou a vencer no Campeonato Brasileiro. Contando com um erro de arbitragem, o time nordestino derrotou o Goiás por 1 a 0 neste sábado, na Fonte Nova, pela 14ª rodada da competição. O detalhe é que Paulo Henrique de Godoy Bezerra errou ao assinalar escanteio no lance que originou no gol marcado por Fahel. Na oportunidade, Roniery sofreu falta na lateral do campo e a bola ainda bateu no jogador do Bahia antes de sair pela linha de fundo.

A vitória ainda não foi suficiente para o Bahia deixar a zona de rebaixamento. Isto porque, o time chegou aos mesmos 13 pontos do Botafogo, mas não supera os cariocas nos critérios de desempate.

O Goiás segue com 20 e perdeu a chance de encostar no bloco de equipes que lutam pelo G-4. Fases do jogo:A partida começou com o Bahia tentando implantar seu jogo e criou uma chance mais clara, aos seis. O meio-campo Léo Gago arriscou uma finalização de longe e o goleiro Renan fez a defesa com dificuldade.

No entanto, o time da casa passou a se precipitar na troca de passes e o Goiás conseguiu equilibrar as ações. A conclusão da equipe nordestina não estava funcionando porque a maior posse de bola pouco representava durante a primeira meia hora de partida.

O Bahia acabou saindo na frente, aos 30, em um lance polêmico. A arbitragem errou ao marcar escanteio, quando na verdade deveria dar uma falta sobre Roniery na lateral do campo. Marcos Aurélio cobrou e Fahel subiu mais que a defesa para marcar de cabeça. Os jogadores do Goiás reclamaram muito enquanto os atletas da equipe da casa comemoravam.

O Goiás tentou se organizar e obrigou Marcelo Lomba a fazer uma defesa importante, aos 35. Entretanto, o Bahia seguia melhor em campo e esteve próximo de marcar o segundo, seis minutos depois, em falta cobrada por Marcos Aurélio. Mesmo com boas chances de gol, a primeira etapa terminou mesmo com a vantagem mínima para o Bahia.

O segundo tempo iniciou com um ritmo mais lento e o Goiás mostrou uma postura melhor após as duas substituições feitas no intervalo. O Bahia manteve o controle do jogo após também fazer algumas mexidas e a partida terminou mesmo com a vitória do time da casa por 1 a 0. 

O melhor:Fahel. O volante do Bahia marcou com eficiência e mostrou seu faro de artilheiro ao marcar o único gol da partida.O pior:Bruno Mineiro. O atacante esteve longe do artilheiro dos tempos de Atlético-PR, Portuguesa e Sport. Ele foi facilmente marcado e não teve uma chance clara para marcar seu gol.

Chave do jogo:O Bahia conseguiu aproveitar uma das poucas chances de gol que teve na partida e mostrou objetividade quando estava melhor na partida. A equipe da casa se defendeu bem na segunda etapa e quase não tomou sustos para confirmar sua vitória.

Para lembrar:Homenagem. Os jogadores do Bahia entraram em campo com os nomes de seus respectivos pais nas costas dos seus respectivos uniformes. A iniciativa aconteceu por conta da comemoração do Dia dos Pais no domingo.

Problema. O Bahia perdeu três jogadores para o jogo da próxima semana. Os laterais Roniery e Guilherme Santos, além do atacante Rhayner levaram o terceiro cartão amarelo neste sábado e estarão suspensos.

Fim do jejum. Com a vitória sobre o Goiás, o Bahia acabou com um jejum de dez jogos sem vencer no Campeonato Brasileiro. O último triunfo tinha sido no dia 4 de maio, quando bateu o Botafogo por 1 a 0, em Salvador. No período, a equipe acumulou quatro empates e seis derrotas.Próxima rodada. Os dois times voltam a jogar no sábado. O Goiás recebe o Internacional, às 18h30, no Serra Dourada.

Por outro lado, o Bahia visita o Corinthians, às 21h, na Arena Corinthians.

BAHIA 1 x 0 GOIÁS

Data: 9/08/2014 (sábado)

Local: Fonte Nova, em Salvador (BA)

Árbitro: Paulo Henrique de Godoy Bezerra (SC)

Auxiliares: Kleber Lúcio Gil (Fifa-SC) e Carlos Berkenbrock (SC)

Cartões amarelos: Roniery, Guilherme Santos, Demerson e Rhayner (Bahia); Pedro Henrique e Bruno Mineiro (Goiás)

Gol: Fahel, aos 30 minutos do primeiro tempo

BAHIA

Marcelo Lomba; Roniery (Railan), Demerson, Lucas Fonseca e Guilherme Santos; Fahel, Rafael Miranda e Léo Gago; Marcos Aurélio (Emanuel Biancucchi), Rhayner (Maxi Biancucchi) e Kieza

Técnico: Charles Fabian

GOIÁSRenan; Moisés, Jackson, Pedro Henrique e Lima; Amaral, Rodrigo (Tiago Real), Thiago Mendes e Ramon (Murilo); Erik (Assuério) e Bruno Mineiro

Técnico: Ricardo Drubscky

Fonte: Uol