Com gol de Willian, Brasil vence segunda partida sob o comando do técnico Dunga

A equipe de Dunga terá pela frente a vice-campeã mundial Argentina em amistoso que está marcado para o dia 11 de outubro, em Pequim.

A Seleção Brasileira acumulou nesta terça-feira sua segunda vitória desde o retorno do técnico Dunga. Jogando no MetLife Stadium, em Nova Jersey, nos Estados Unidos, o Brasil derrotou o Equador por 1 a 0, contando com gol marcado por Willian em cobrança de falta ensaiada e passe de Neymar. Na última sexta, emMiami, a equipe verde e amarela já havia vencido a Colômbia também na bola parada, um 1 a 0 por conta de falta direta de Neymar.

O próximo compromisso da Seleção deverá ser mais complicado. A equipe de Dunga terá pela frente a vice-campeã mundial Argentina em amistoso que está marcado para o dia 11 de outubro, em Pequim. A Seleção entrou em campo com algumas mudanças em relação ao time que derrotou a Colômbia. Maicon não seguiu a Nova Jersey por conta de seu polêmico corte por indisciplina.

Já David Luiz foi desfalque por conta de lesão no joelho. Isto fez com que Dunga promovesse a entrada de Marquinhos na zaga ao lado de Miranda. Na lateral direita quem entrou foi Danilo, a escolha óbvia, mesmo que o jovem Fabinho tenha sido convocado para substituir Maicon. A partida começou com muita troca de passes da Seleção, assim como foi treinado com Dunga durante a semana em solo americano. A equipe tentava superar a marcação equatoriana e as condições ruins do gramado. A primeira chance de gol saiu aos 21min com Neymar, que arrancou contra a defesa adversária e bateu por cima do gol de Alexander Domínguez. O placar foi inaugurado aos 30min em bela jogada ensaiada a partir de cobrança de falta. Oscar tocou na entrada da área para Neymar, que deu passe por cima para Willian. O camisa 19 dominou e bateu forte, sem chances para o goleiro adversário.

O Equador pouco atacava e teve como principal oportunidade chute de Valencia que acertou a trave esquerda de Jefferson. Depois do intervalo, Dunga promoveu a entrada da dupla cruzeirense Everton Ribeiro e Ricardo Goulart no lugar de Willian e Oscar. E o retorno ao jogo viu um vacilo impressionante de Neymar. Logo no primeiro minuto, Danilo cruzou na área e o camisa 11, em frente às redes, completou no travessão. O brilho inicial durou pouco, e o Equador passou a ser superior em busca do empate. Aos 15min, Valencia cabeceou depois de cruzamento de Paredes e Jefferson saiu estranho do gol, mas Filipe Luís apareceu no momento certo para afastar a bola na linha. A seguir, Dunga fez novas mudanças, e Elias e Philippe Coutinho entraram na partida.

A defesa era quem mais trabalhava no Brasil, e Miranda, Marquinhos e Jefferson se esforçavam para manter a vantagem brasileira no placar. Aos 30min, Everton Ribeiro tentou cruzar para Neymar e por pouco não fez um golaço, já que a bola foi em direção ao ângulo esquerdo do Equador e só não repousou nas redes por conta de intervenção do goleiro Domínguez. Neymar ainda teve mais uma chance de ampliar, mas sua cobrança de falta desviou na barreira equatoriana.





Fonte: Terra