Com recorde de Lionel Messi, Barcelona se classifica para as oitavas de final da Liga dos Campeões

O único problema do time catalão é estar em segundo lugar no Grupo F, já que o PSG venceu o Apoel por 1 a 0 e segue na liderança.


Com dificuldades no Campeonato Espanhol, o Barcelona teve uma vitória triplamente importante nesta quarta-feira: o time conseguiu aliviar os problemas recentes, se classificou para as oitavas de final da Liga dos Campeões e ainda viu seu astro Lionel Messi atingir um recorde histórico- ele fez os dois gols da vitória por 2 a 0 contra o Ajax e agora é o maior artilheiro da Liga, com 71 gols, ao lado de Raúl.

O único problema do time catalão é estar em segundo lugar no Grupo F, já que o PSG venceu o Apoel por 1 a 0 e segue na liderança. Por conta da postura do Ajax, o primeiro tempo foi bastante aberto em Amsterdã. O time da casa não se contentou em ficar marcando, teve até mais posse de bola e criou chances de gol perigosas. Mas Andersen e Klaassen não fizeram, inclusive porque Ter Stegen teve boa atuação. O Barcelona deixava jogar, mas também jogava, o que deixou o jogo agradável.

O time até fez um gol no começo, com Neymar, mas foi marcado impedimento claro. Jordi Alba ainda perdeu uma chance frente a frente com o goleiro, mas logo depois saiu o gol que abriu o placar: o goleiro Cillessen saiu errado, perdeu disputa com Bartra, que cruzou para área. Messi conseguiu cabecear com precisão e fez seu 70º gol pela Liga dos Campeões. Faltava um. O gol abriu caminho para o Barcelona controlar o jogo. No fim do primeiro tempo esse domínio foi mais tranquilo, apenas com trocas de passes. Mas depois do intervalo o jogo voltou a ferver: aos 4min, Neymar acertou a trave e assustou o Ajax, apesar do juiz ter marcado falta antes. Então aconteceram dois erros de Suárez: primeiro ele saiu de frente para o goleiro e, mesmo acompanhado por Neymar, livre, resolveu chutar. Cillessen defendeu. Seis minutos depois, aconteceu o contrário: ele ficou livre para chutar na ponta esquerda, mas tentou cruzar para Messi.

A defesa afastou a bola. Mas os erros não fizeram falta, até porque um jogador do Ajax "ajudou": Veltman recebeu o cartão vermelho aos 25min. Com o Barcelona tendo um jogador a mais, saiu o recorde histórico. Não foi um golaço, mas Messi teve todos méritos: iniciou a jogada driblando na direita e tocando para Pedro, que devolveu o passe. O argentino entrou na área, deu um carrinho e desviou levemente a bola para as redes. Discretamente, o argentino comemorou mais o gol que lhe deu mais um recorde histórico na brilhante carreira. Aconteceu o óbvio desde o começo do jogo em Paris: o time da casa dominou a partida e abriu o placar rapidamente, com apenas 1min de jogo. Após passe rasteiro do lateral Van der Wiel, Cavani levantou a bola com um toque, girou rapidamente e finalizou para a rede.

O Apoel só teve uma chance de mudar o andamento esperado do jogo. Aos 11min, Nuno Moraes perdeu uma grande chance de gol. Depois disso, o domínio do PSG ficou ainda mais claro. O time fez valer sua vantagem técnica e teve condições de até abrir uma goleada. O goleiro Pardo fez duas defesas difíceis e inclusive evitou um gol do brasileiro Lucas. Cavani também esteve perto de marcar de novo, mas errou. Nada mudou no segundo tempo. O PSG continuou superior, mas Pardo estava ainda melhor. Ele evitou o que seria um gol de cobertura de Pastore aos 14min. Cavani também desperdiçou outra oportunidade aos 35min, mas o Apoel não mostrou qualquer força para surpreender o PSG. Agora o PSG tem 10 pontos e lidera o Grupo F, enquanto o Barcelona ainda tem 9. Ainda faltam duas rodadas para definir quem vai avançar na frente, sendo que um dos jogos é o confronto direto entre as equipes.

Fonte: Terra