Cruzeiro cede empate ao Fluminense e só iguala melhor 1º turno com seu maior rival

Cruzeiro cede empate ao Fluminense e só iguala melhor 1º turno com seu maior rival

Após sair na frente, levar a virada e conseguir voltar à dianteira do placar, o time mineiro sofreu um gol de Kenedy aos 43min do segundo tempo

O Cruzeiro entrou em campo, neste domingo, no Maracanã, para enfrentar o seu maior desafio na busca pelo recorde de pontuação em um primeiro turno do Campeonato Brasileiro – disputado nos atuais formatos. Para superar a marca do Atlético-MG de 2012, era necessária uma vitória sobre o forte Fluminense, fora de casa. E ela esteve muito próxima. Após sair na frente, levar a virada e conseguir voltar à dianteira do placar, o time mineiro sofreu um gol de Kenedy aos 43min do segundo tempo, e teve que amargar a igualdade por 3 a 3. Pior que isto: parou nos 43 pontos e não conseguiu superar o recorde do seu maior rival – "apenas" o igualou.

Desde 2006 – ano em que o Brasileiro passou a ser disputado em pontos corridos e por 20 clubes – a maior pontuação na 19ª rodada havia sido os 43 tentos do Atlético-MG há duas temporadas. Neste domingo, o Cruzeiro chegou a este mesmo número e estabeleceu a maior vantagem de um líder sobre o segundo colocado ao término de um primeiro turno: sete pontos sobre o São Paulo. Mesmo que o Internacional vença o Figueirense e chegue aos 37 tentos, a frente será a maior da história - seis pontos.

O bicampeonato consecutivo parece próximo. Isto porque, na era dos pontos corridos (desde 2003), o vencedor do primeiro turno conquistou o Campeonato Brasileiro em oito das 11 edições disputadas. As exceções ocorreram em 2008, 2009 e 2012, quando Grêmio, Internacional e Atlético-MG terminaram a primeira metade da competição na liderança, mas São Paulo, Flamengo e Fluminense, respectivamente, ficaram com os títulos.Mesmo sem poder contar com Everton Ribeiro, Ricardo Goulart, Lucas Silva, Alisson, Egídio e Dagoberto, o Cruzeiro começou a partida deste domingo com tudo. Logo aos 14min, Samudio foi lançado pela esquerda, recebeu uma voadora bizarra de Cícero dentro da área e sofreu o pênalti. Júlio Baptista cobrou com categoria e abriu o placar antes mesmo de o Fluminense se assentar em campo.

A virada, entretanto, aconteceu tão rapidamente quanto o gol cruzeirense. Aos 17min, Wagner aproveitou desvio de Elivelton após cobrança de escanteio de Conca e, na segunda trave, só cutucou de cabeça para o fundo das redes. Cinco minutos depois, o argentino recebeu livre na ponta esquerda – porque Dedé estava caído reclamando de empurrão de Fred – e cruzou para Cícero completar de primeira e vencer Fábio, marcando o segundo. Antes do intervalo, o goleiro cruzeirense ainda brilhou, defendendo chute de Fred que depois tocou na trave e fazendo um milagre em chute à queima roupa de Conca no rebote.

A chance perdida custou caro ao Fluminense, que sofreu o empate no fim da primeira etapa. Após cobrança de falta pela meia direita, a bola sobrou para Julio Baptista, que dominou no peito e chutou meio mascado, acertando o cantinho de Klever e anotando o seu segundo gol no jogo. Motivado pelo empate no fim do primeiro tempo, o Cruzeiro começou muito bem a segunda etapa. Aos 5min, Willian teve chance cara a cara com Klever, mas chutou para fora. Aos 13min, o goleiro cresceu na frente de Mayke, mas na sequência viu Marcelo Moreno fazer um golaço.

O boliviano aproveitou vacilo de Elivelton e, com um voleio espetacular, acertou o ângulo do time carioca. No fim, o Fluminense teve uma grande chance de empatar o jogo, mas Fábio fez mais uma espetacular defesa em cima da linha após finalização de Conca. Quando o triunfo do Cruzeiro por 3 a 2 parecia definido, o time carioca conseguiu um empate heroico. Kenedy recebeu de Fred no bico da grande área e bateu com categoria, no canto direito de Fábio, que não conseguiu defender. Fim de papo: 3 a 3. As duas equipes voltam a campo no próximo meio de semana. Na quarta, às 19h30 (de Brasília), o Fluminense viaja a Santa Catarina para enfrentar o Figueirense, enquanto um dia depois, às 20h30, o Cruzeiro recebe a visita do Bahia, no Mineirão.

Fonte: Terra