Em noite de festa, Sport vence por 2 a 1 o Nacional-URU em jogo transmitido pela Rede MN

Estreante Samuel e Danilo marcaram para o Leão, enquanto gol dos uruguaios foi de Durval, contra; antes da bola rolar houve shows e apresentação do elenco

Se a temporada passada foi marcada por dois títulos conquistados – Pernambucano e Nordestão - o torcedor do Sport pode abrir a boca para dizer que já começou 2015 como campeão. O torneio foi amistoso, mas houve festa da mesma forma quando o capitão Durval ergueu a Taça Ariano Suassuna, conquistada com a vitória por 2 a 1 diante do Nacional-URU, neste sábado, na Arena Pernambuco. Os gols foram de Samuel e Danilo. Durval, contra, diminuiu para o Nacional.


Para atrair um bom público, a diretoria do Sport realizou algumas atrações além do jogo em si. Antes da partida, a banda Musa fez um show de meia hora para os mais de 22 mil torcedores. No intervalo foi a vez da Samba Lounge. Além disso, todos os jogadores foram apresentados - até aqueles que não atuaram como o meia Diego Souza, os volantes Rodrigo Mancha e Anderson Pedra e o atacante Felipe Azevedo.    

O Sport agora se prepara para o primeiro jogo oficial na temporada. E será logo um clássico. No próximo sábado, os rubro-negros estreiam no Campeonato Pernambucano contra o Santa Cruz. Já o Nacional, jogará agora no dia 5 de fevereiro contra o Palestino, do Chile, pela fase preliminar da Taça Libertadores. 

Samuel estreia abrindo o placar na Arena PE

Apesar do clima amistoso, o primeiro tempo do jogo entre Sport e Nacional foi agitado e bastante disputado. Nenhuma das duas equipes aliviou e as divididas fortes não foram evitadas em nenhum momento. Com a bola nos pés, o Leão levou a melhor logo aos quatro minutos, quando Rithely lançou para o estreante Samuel marcar em um chute de primeira. Dez minutos depois, o também estreante Élber carimbou a trave e Danilo pegou o rebote para ampliar.    

Com a vantagem, o Sport diminuiu o ritmo e o Nacional cresceu. O atacante Ivan Alonso era o mais procurado, parava nos zagueiros Durval e Ewerton Páscoa. Isso até os 38 minutos, quando Durval foi tentar cortar um cruzamento de Carlos de Peña e marcou contra. 

Segundo tempo para experiências

O gol no fim do primeiro tempo fez com que os uruguaios voltassem mais ligados para a segunda etapa, mas a pressão inicial não durou muito. O atacante Ivan Alonso até que tentou numa cobrança de falta perigosa da entrada da área, mas não foi feliz. O amistoso chegou a ficar duro e aos 34 Ivan Alonso foi expulso após tomar o cartão vermelho por uma entrada dura em Wendel.   

Com o resultado favorável, os jogadores do Sport passaram a trocar passes para controlar o jogo e asseguraram a vitória sem muitos sustos. Como prometido, o técnico Eduardo Baptista aproveitou também para observar o elenco e acabou modificando praticamente todo o time.

Fonte: Globoesporte.com