Fifa indica Neymar como único brasileiro e mais 22 jogadores para concorrer ao prêmio 'Bola de Ouro'

O Atlético de Madrid, finalista da Liga dos Campeões e campeão espanhol, também está representado através do goleiro Thibaut Cortouis

O atacante Neymar, foi o único brasileiro indicado ao prêmio Bola de Ouro da Fifa. A Fifa divulgou a lista na manhã desta terça-feira (28), e o jogador foi indicado pela quarta vez consecutiva entre os outros 22 listados. Seis indicados estiveram no elenco campeão do mundo no Brasil - Mario Götze, Toni Kroos, Philipp Lahm, Thomas Müller, Manuel Neuer e Bastian Schweinsteiger -, enquanto outros atletas também tiveram uma boa participação no Mundial como trunfo, como Javier Mascherano, Paul Pogba e James Rodríguez.

Os alemães tiveram a seu favor, além o título defendendo a seleção, a boa temporada com o Bayern de Munique, que conquistou o Campeonato Alemão com folga e foi à semifinal da Liga dos Campeões. O clube bávaro teve seis representantes entre os 23, incluindo Arjen Robben, grande nome da seleção holandesa na Copa do Mundo e excluindo Toni Kroos que rumou para o Real Madrid. O time merengue é o clube com mais indicados (sete), depois de conquistar a tão sonhada décima taça. Cristiano Ronaldo, Gareth Bale, Karim Benzema, Ángel Di María (hoje no Manchester United) e Sergio Ramos ganharam o reforço de James Rodríguez e do próprio Kroos após a última janela de transferências.

O Atlético de Madrid, finalista da Liga dos Campeões e campeão espanhol, também está representado através do goleiro Thibaut Cortouis e o atacante Diego Costa, outro jogador nascido no Brasil (porém naturalizado espanhol). Lionel Messi, Andrés Iniesta e Javier Mascherano, assim como Neymar, representam o Barcelona. O atacante Luis Suárez, reforço do clube catalão, foi deixado de fora da relação, apesar de seu grande primeiro semestre - com a artilharia do Campeonato Inglês -, deixando claro o peso da punição de quatro meses pela mordida em Chiellini. Outra ausência marcante é a de Franck Ribéry, finalista no ano passado que teve uma lesão às vésperas da Copa do Mundo e foi cortado da seleção francesa.

Também foi divulgada a lista de 10 concorrentes ao prêmio de melhor treinador do mundo, sem brasileiros presentes. Joachim Löw, comandante da Alemanha na Copa do Mundo, e Carlo Ancelotti, treinador que levou o Real Madrid à conquista da Champions, são os destaques da relação, que ainda conta com nomes como Pep Guardiola, José Mourinho e Diego Simeone.

Os três finalistas para as duas categorias serão anunciados no dia 1º de dezembro, enquanto o grande vencedor será revelado em 12 de janeiro de 2015, na tradicional festa Fifa Gala, em Zurique. Todos os indicados foram selecionados por especialistas do Comitê de Futebol da FIFA e por um grupo de jornalistas da France Football. A partir de agora, técnicos, capitães e jornalistas de cada país filiado à Fifa votarão para decidir o melhor jogador do mundo, com prazo limite em 29 de novembro. Instituída em 2010, a Bola de Ouro da Fifa, passou a ser uma fusão do prêmio instituído pela revista francesa (primeira edição em 1956) e o da entidade (indicação inicial em 1991), denominado o Melhor Jogador do Mundo.

Confira os dez treinadores indicados

Carlo Ancelotti (Itália/Real Madrid)
Antonio Conte (Itália/Juventus/seleção da Itália)
Pep Guardiola (Espanha/Bayern de Munique)
Juergen Klinsmann (Alemanha/seleção dos EUA)
Joachim Low (Alemanha/seleção da Alemanha)
Jose Mourinho (Portugal/Chelsea)
Manuel Pellegrini (Chile/Manchester City)
Alejandro Sabella (Argentina/seleção da Argentina)
Diego Simeone (Argentina/Atlético de Madrid)
Louis van Gaal (Holanda/ seleção da Holanda/Manchester United)

Fonte: Globo Esporte