Flamengo muda esquema, fica no empate com Madureira e perde a liderança do Carioca

Este é o segundo empate do Flamengo no Carioca. O time fica nos 14 pontos e perde a liderança para o Botafogo, com 16. O Madureira segue bem no Estadual e soma 11 pontos.

O Flamengo decidiu testar um esquema com três jogadores com caracteríticas de marcação no meio-campo em jogo contra o Madureira, neste domingo. Não deu certo. O time de Vanderlei Luxemburgo parou na retranca do Tricolor Suburbano e ficou no empate por 1 a 1, com lindo chute do lateral Luiz Paulo e com polêmica no gol do zagueiro Bressan.

O jogo, pela sexta rodada do Campeonato Carioca, foi disputado em Volta Redonda. Sob o comando de Cáceres, Márcio Araújo e Canteros, o meio-campo rubro-negro não conseguiu acionar o ataque do Flamengo, que havia trabalhado muito bem nas últimas rodadas do torneio. Marcelo Cirino, Éverton e cia. tiveram tarde apagada.

Este é o segundo empate do Flamengo no Carioca. O time fica nos 14 pontos e perde a liderança para o Botafogo, com 16. O Madureira segue bem no Estadual e soma 11 pontos.

Nixon perdeu vaga no teste feito por Luxa neste domingo; atacante entrou no 2º tempo

Fases do jogo

Mesmo com a proposta de defender, foi o Madureira que assustou primeiro. Logo aos 5min, João Carlos arriscou de longe. A finalização foi firme, no canto direito de Paulo Victor, e carimbou a trave do goleiro. A resposta do Flamengo veio na mesma moeda, 11 minutos depois. Everton avançou pela esquerda e chutou cruzado, com a bola também na trave.

Quando o Flamengo dava sinais de controle com trocas de bola e velocidade no ataque, o Madureira surpreendeu – e novamente em um chute de longa distância. Aos 35min, Luiz Paulo aproveitou bola rebatida por Samir e encaixou lindo chute de fora da área. Desta vez, a bola entrou no gol flamenguista após tocar na trave.

O gol sofrido desanimou o Flamengo, que começou a errar passes e irritar os torcedores em Volta Redonda. A equipe foi para o intervalo sob cobranças.

Sem Gabriel e com Eduardo da Silva, o Flamengo voltou para a segunda etapa com as mesmas dificuldades. Sem conseguir furar o bloqueio do Madureira, o time de Luxemburgo ainda sofria com os contra-ataques. O treinador rubro-negro decidiu abandonar o meio-campo marcador e tirou Canteros. Arthur Maia entrou e fez a equipe ganhar terreno.

Aos 30min, a pressão do Flamengo deu resultado. Em lance confuso após cruzamento, Bressan aproveitou para tocar para o gol. A bola resvalou no zagueiro adversário e foi cortada pelo goleiro. A arbitragem, no entanto, confirmou o empate flamenguista. O jogo terminou mesmo no empate, mas com mais uma polêmica. O juiz anulou gol de Eduardo da Silva, ao assinalar impedimento.

O melhor – Luiz Paulo: Autor de um lindo gol no primeiro tempo, o lateral esquerdo conseguiu se destacar no jogo. Além do chute certeiro fora da área, o jovem de 21 anos teve bom papel tático ao ajudar na retranca do Madureira. Ele é cria das divisões de base do clube.

O pior – Gabriel: Recebeu chance como titular, mas não a aproveitou. Fora do ritmo dos companheiros de ataque, foi alvo fácil para os defensores do Madureira. Vanderlei Luxemburgo percebeu a dificuldade do camisa 17 e colocou Eduardo da Silva em seu lugar ainda no intervalo.

Chave do jogo: A retranca do Madureira funcionou. O meio-campo pouco criativo do Flamengo não soube lidar com o poder de marcação do Tricolor Suburbano. Só uma bola parada foi capaz de furar o esquema montado pelo técnico Toninho Andrade.

Fonte: Uol