Flamengo se impõe, vence São Paulo e fatura o título do Torneio de Manaus

A competição também contou com a participação do Vasco, que perdeu seus dois jogos e foi o lanterna.

A taça vai para a Gávea. Com um gol de Samir aos 32 minutos do segundo tempo, o Flamengo, superior em campo, derrotou o São Paulo por 1 a 0, na tarde deste domingo, na Arena Amazônia, e ficou com o título do Torneio de Manaus. A competição também contou com a participação do Vasco, que perdeu seus dois jogos e foi o lanterna.

O time carioca foi mais perigoso durante boa parte do confronto, principalmente no segundo tempo, quando criou boas chances. O São Paulo, que teve menos tempo de descanso para a partida, já que derrotou o Vasco por 2 a 1 na última sexta-feira, deu claros sinais de desgaste. A equipe rubro-negra havia jogado na quarta-feira passada, quando também venceu o Cruz-Maltino, por 1 a 0.

A taça vai para a Gávea. Com um gol de Samir aos 32 minutos do segundo tempo, o Flamengo, superior em campo, derrotou o São Paulo por 1 a 0, na tarde deste domingo, na Arena Amazônia, e ficou com o título do Torneio de Manaus. A competição também contou com a participação do Vasco, que perdeu seus dois jogos e foi o lanterna.

O time carioca foi mais perigoso durante boa parte do confronto, principalmente no segundo tempo, quando criou boas chances. O São Paulo, que teve menos tempo de descanso para a partida, já que derrotou o Vasco por 2 a 1 na última sexta-feira, deu claros sinais de desgaste. A equipe rubro-negra havia jogado na quarta-feira passada, quando também venceu o Cruz-Maltino, por 1 a 0.
São Paulo x Flamengo Campeão (Foto: Cahê Mota)Elenco rubro-negro posa com o troféu do Torneio de Manaus (Foto: Cahê Mota)

O destaque da partida neste domingo foi o volante Luiz Antonio, que entrou apenas aos 27 do segundo tempo, na vaga de Everton. O meio-campista foi o reponsável pelo cruzamento na medida para o zagueiro Samir, que surpreendeu a defesa são-paulina ao aparecer na área, e teve duas boas oportunidades para marcar.

Agora, os dois times começam a se preparar para a estreia em seus respectivos estaduais. No sábado, o Flamengo disputa a primeira rodada do Carioca diante do Macaé, às 19h30, no estádio Moacyrzão. Um dia depois, o São Paulo enfrenta a Penapolense pelo Paulista, às 17h, no estádio Tenente Carriço.

 Primeiro tempo

Foi um primeiro tempo em que o São Paulo teve mais posse de bola, mas foi pouco objetivo. Embora trocando muitos passes no meio-campo, faltou ao time tricolor velocidade na hora de agredir o Flamengo. Velocidade essa que não faltava ao time rubro-negro, mas muitas vezes a equipe carioca mostrou sentir falta de um jogador de referência na frente, com seus atacantes não conseguindo preencher esse espaço. Marcelo foi quem mais tentou fazer a função, com pouco êxito.

Diante do equilíbrio, cada time teve apenas uma grande chance  na etapa. Aos 18, Arthur Maia fez linda jogada, driblou Edson Silva e Souza e entrou cara a cara com Rogério Ceni. No entanto, telegrafou a conclusão, bem defendida pelo arqueiro são-paulino, que evitou um golaço. Aos 43, após bobeada de Cáceres, Thiago Mendes entrou livre na frente de Paulo Victor, mas bateu para fora a melhor oportunidade paulista.

Segundo tempo

O São Paulo voltou com três alterações do intervalo: saíram Luis Fabiano, Reinaldo e Souza, entrando, respectivamente, Alan Kardec, Carlinhos e Denilson. Mesmo com as mudanças, o Tricolor paulista não conseguiu manter o ritmo da etapa inicial e foi dominado. Coube ao Flamengo se impor e criar as melhores oportunidades. Nixon, Marcelo Cirino e Luiz Antonio perderam algumas delas.

O gol só veio aos 32, quando as duas equipes já estavam bastante modificadas. O torneio permitia seis substituições por time. Luiz Antonio recebeu a bola na ponta direita e, quase em cima da linha, deu lindo drible em um marcador, chegando ao fundo. O cruzamento foi perfeito para Samir, que pegou de primeira e marcou lindo gol.

Depois, com espaço para o contra-ataque, o Flamengo continuou levando perigo. Canteros perdeu a melhor oportunidade aos 45, chutando para fora. O São Paulo assustou apenas aos 47, em chute de Pato que passou raspando a trave de Paulo Victor.

Clique aqui e curta o Portal Meio Norte no Facebook

Fonte: Globo Esporte