Furacão encerra Estadual com goleada sobre Nacional

Furacão encerra Estadual com goleada sobre Nacional

O Atlético Paranaense fechou sua participação no Torneio da Morte do Campeonato Paranaense 2015 com vitória por 5 a 0 sobre o Nacional, na Arena da Baixada, utilizando um time alternativo. A equipe de Rolândia foi rebaixada, já que o Rio Branco venceu o Prudentópolis, resultado que salvou os vencedores da queda.

Com um verdadeiro time Sub-23, comandado por Marcão, sem a pressão do resultado, já que o clube rubro-negro já havia garantido sua permanência, e motivado para mostrar serviço, o Atlético-PR mostrou desde os primeiros movimentos uma postura melhor do que a do time principal. O gol era questão de tempo e, aos 13min, Nikão fez o lançamento para Cryzan tocar no cantinho para abrir o placar e mostrar que está em boa fase. Image title

Enquanto os profissionais mostravam sérios problemas com a armação, o time alternativo tinha Nikão ligado na partida. Aos 15min a assistência foi para o estreante Breno arrematar e balançar as redes para fazer o segundo. Cryzan balançou as redes novamente aos 29min, mas desta vez o árbitro marcou impedimento e anulou o lance. Porém, aos 44min, Nikão foi derrubado na área e sofreu a penalidade. Ele mesmo cobrou para fazer o terceiro.

Para a segunda etapa, o Atlético-PR voltou com Rosseto no lugar de Nikão. A partida era mais truncada, com o time rubro-negro segurando um pouco o ritmo e o Nacional sem força para reagir. Aos 6min, Jeferson cobrou falta fechada e Alexandre Cajuru deixou a meta para defender. Na resposta, triangulação no ataque atleticano e arremate na trave de Rafinha. Até que, aos 20min, Rafinha disparou do campo de defesa, passou pela defesa com um drible desconcertante e fuzilou para marcar um golaço.

Primeiro indiano a atuar profissionalmente no país, Romeo Fernandes entrou em campo aos 25min. O atacante levantou a torcida aos 30min, quando foi lançado com liberdade, mas o assistente assinalou o impedimento e acabou com a festa. Sem nada a fazer, o Nacional apenas se segurava, esperando o árbitro apitar o final para cumprir seu destino. Ainda deu tempo de ver Lucas Paulista e Caíque perderem a cabeça e serem expulsos e Cryzan, aos 46min, marcar um belo gol de voleio.

Enquanto isso no Gigante do Itiberê, em Paranaguá, o Rio Branco se beneficiou da derrota do time de Rolândia, e fez sua parte, no sufoco, ao bater por 1 a 0 o Prudentópolis, que disputará a Divisão de Acesso em 2016. O gol salvador foi marcado por Bruno Andrade, aos 34min do segundo tempo.

Fonte: Terra