Kleber erra pênalti, mas Vasco bate Paraná por 1 a 0 e encosta no G-4

Kleber erra pênalti, mas Vasco bate Paraná por 1 a 0 e encosta no G-4

O Paraná, por sua vez, parou nos 13 pontos e segue em perigo na zona do rebaixamento

Um pênalti desperdiçado por Kleber no segundo tempo não prejudicou a vitória do Vasco sobre o Paraná neste sábado, por 1 a 0, em São Januário, em resultado que colocou o time carioca perto da zona do acesso no Campeonato Brasileiro da Série B.

Com gol do zagueiro Douglas Silva, a equipe cruzmaltina subiu para a oitava colocação da tabela, a apenas um ponto de distância do desejado G-4. Agora, o Vasco tem 22 pontos, contra 23 do quarto colocado Joinville. O time de Adilson Batista também tem um jogo a menos que os rivais, por conta de uma partida adiada da quinta rodada contra o Náutico.

O Paraná, por sua vez, parou nos 13 pontos e segue em perigo na zona do rebaixamento. Na próxima rodada, o Vasco vai até Natal para enfrentar o ABC, no próximo sábado, às 16h20, na Arena das Dunas, pela 15ª rodada.

O Paraná, no mesmo dia e horário, recebe o Vila Nova no Durival de Britto. Melhor no jogo, o Vasco abriu o placar aos 34min, em falta cobrada por Douglas do lado esquerdo da grande área. O goleiro Marcos furou ao tentar cortar o cruzamento e a bola ficou limpa para Douglas Silva, dentro da pequena área, que só teve o trabalho de empurrar para o fundo da rede. Martín Silva ainda teve que trabalhar com duas ótimas defesas para garantir a vantagem no primeiro tempo.

Após o intervalo, o Paraná se lançou ao ataque, mas sem eficácia. O vascaíno Diego Renan levou a mão à coxa aos 22min e precisou ser substituído por Marlon. Logo depois, Kleber aproveitou bobeada da defesa do Paraná, roubou a bola e só foi parado com pênalti. No lance, o zagueiro Anderson Rosa acabou sendo expulso. Na cobrança, no entanto, o próprio Kleber bateu fraco e facilitou a defesa de Marcos. Ainda houve tempo para um susto do Paraná aos 45min do segundo tempo. Em cobrança de escanteio de Lúcio Flávio, o lateral Breno subiu sozinho e acertou a trave esquerda de Martín Silva.

Fonte: Terra