Marcelo garante vitória do Atlético-PR sobre o Goiás na despedida da Arena

Em jogo para cumprir tabela, Furacão cresce no segundo tempo e mantém o oitavo lugar no Campeonato Brasileiro. Goiás fica na 13ª posição

O Atlético-PR despediu-se da Arena da Baixada com festa. Venceu o Goiás por 1 a 0 na noite deste domingo, pela 37ª rodada do Campeonato Brasileiro. E, apesar de ter ficado longe do G-4, recebeu os aplausos da torcida no fim. O atacante Marcelo marcou o gol decisivo aos 16 minutos do segundo tempo. Com isso, o Furacão segue no oitavo lugar, agora, com 53 pontos. O Esmeraldino fica na modesta 13ª posição, com 46 pontos.

O primeiro tempo teve pouca emoção. Ficou concentrado no meio-campo, com raros lances de perigo. O Furacão cresceu no segundo tempo e chegou ao gol com Marcelo, que vinha sendo cobrado pela torcida e comemorou de forma tímida. Os mandantes pressionaram, mas ficaram no 1 a 0 mesmo. No fim, o zagueiro Jackson e o volante Thiago Mendes ainda foram expulsos.

Clique e curta a página do Portal Meio Norte no facebook.


Na última rodada, o Atlético-PR visita o Palmeiras, que luta contra o rebaixamento. O Goiás recebe a Chapecoense, que apenas cumpre tabela. Os jogos estão marcados para as 17h (horário de Brasília) de domingo, dia 6.

 Furacão cresce no segundo tempo e vence

Atlético-PR e Goiás protagonizaram um primeiro tempo com pouca emoção na Arena da Baixada. O time da casa jogava com apenas um meia de criação e três atacantes, o que deixava Bady sobrecarregado. No lance mais perigoso, o atacante Marcelo invadiu a área, mas, cara a cara com Renan, bateu em cima do goleiro. Depois, arriscou de fora da área e, mais uma vez, parou no camisa 1. Por outro lado, os visitantes contavam com três volantes e depositavam suas fichas no trio Ramon, Erik e Samuel. Eles trocavam passes e rondavam a área rubro-negra, mas sem conseguir levar perigo ao gol adversário.

Apoiado pela torcida, o Atlético-PR voltou sem mudanças, mas com uma postura mais ofensiva. Dellatorre cabeceou rente à trave após cobrança de falta. Depois, Bady e Hernani arriscaram de longe, para fora. A presão deu resultado aos 16. O lateral-esquerdo Natanael deu lançamento preciso, e Marcelo bateu firme para fazer 1 a 0. O Goiás até ameaçou com Samuel, que quase marcou um golaço de longe. Mas, depois, sentiu a pressão. Deu espaços para o Furacão, que quase ampliou com Cléo, Marcos Guilherme e Nathan. No fim, o Esmeraldino ainda teve dois expulsos: o zagueiro Jackson e o volante Thiago Mendes. Aí o Rubro-Negro só esperou o apito final para comemorar a vitória na despedida da Baixada em 2014.

Fonte: Globo Esporte