Meia do Brasil diz que foi chamado 5 vezes de "macaco" por uruguaio

Em entrevista coletiva, o técnico Alexandre Gallo reiterou a acusação de Marcos Guilherme, jogador do Atlético Paranaense

O empate da seleção brasileira por 0 a 0 com o Uruguai, na noite de segunda-feira (26), em Montevidéu, pela primeira rodada do hexagonal final do Campeonato Sul-Americano Sub-20 acabou ficando marcado pela acusação do meia Marcos Guilherme de que foi alvo de racismo de um adversário.


"O cara me chamou cinco vezes de macaco. Isso não pode acontecer", afirmou, citando o camisa 7 da seleção uruguaia, Facundo Castro, como autor das injúrias. "Vamos levar isso à frente. Vários fatos que ocorreram, com Aranha, Tinga, Arouca, e ninguém toma providência. É lamentável e espero que alguém faça algo."

Em entrevista coletiva, o técnico Alexandre Gallo reiterou a acusação de Marcos Guilherme, jogador do Atlético Paranaense. "Estamos muito chocados com isso. Todos somos de uma raça só. Nossos jogadores ficaram muito chocados. É algo que nós não podemos admitir".

De acordo com Gallo, a comissão técnica da seleção brasileira Sub-20 vai consultar o departamento jurídico da CBF para definir que ação adotará contra Facundo Castro. De antemão, porém, ele defendeu que o uruguaio receba uma punição pesada pela sua atitude.

"Vamos entrar em contato com nosso departamento jurídico para que tomem as medidas que a lei permite contra o racismo. Nós não suportamos isso, é algo muito mal para o futebol. O mundo do futebol está cansado dessas coisas. Não é bom. Eu tento tirar algo bom de tudo o que acontece, mas disso não tenho nada de bom para tirar. É algo ruim", disse.

A seleção brasileira Sub-20 perdeu Wallace, expulso, na partida contra o Uruguai e também Kennedy, para o seu próximo compromisso na competição, o duelo com o Paraguai, nesta quinta-feira, às 17h45.

A equipe campeã do Sul-Americano Sub-20 assegura vaga nos Jogos Olímpicos do Rio. O vice-campeão disputará uma repescagem com uma equipe da Concacaf. O Brasil já tem vaga por ser país-sede. Se a seleção ficar na primeira ou na segunda colocação, a equipe que o suceder na classificação herda a vaga.

As quatro melhores equipes do Sul-Americano garantem vaga no Mundial Sub-20, que será disputado na Nova Zelândia, entre 30 de maio e 20 de junho.

Clique aqui e curta o Meionorte.com no Facebook

Fonte: Brasil Post