Moreno sai do banco, decide o jogo e Grêmio vence o Avenida por 3 x 1

O atacante boliviano saiu do banco, marcou um dos gols e levou o Tricolor à liderança do Gaúcho em sua possível despedida.

Buscando se recuperar no Gauchão e com os rumores de uma possível saída de Marcelo Moreno, que ficou como opção entre os reservas, o Grêmio foi ao gramado do acanhado Estádio dos Eucaliptos, neste domingo, enfrentar o Avenida, pela terceira rodada do estadual e venceu por 3 a 1. O atacante boliviano saiu do banco, marcou um dos gols e levou o Tricolor à liderança do Gaúcho em sua possível despedida.

O confronto foi marcado pelo forte calor, o que obrigou o árbitro Diego Real paralisar a partida três vezes para hidratação dos atletas. Além da alta temperatura, o duelo também se destacou pelo grande número de divididas e cartões. Com o triunfo, os comandados de Luis Felipe Scollari chegaram aos seis pontos, e asumiram a liderança da competição. Já o time avenidense segue sem marcar pontos no campeonato e ocupa a laterna.

MARCAÇÃO, DIVIDIDAS E MUITO CALOR

Com os termômetros de Santa Cruz do Sul na marca dos 32ºC (sensação térmica de 38ºC), o duelo começou pegado e com muita marcação dos dois lados. Antes dos dois minutos, os gremistas haviam sofrido duas faltas fortes. Somente aos 20, o Avenida rompeu com a letargia do jogo e finalizou com perigo. Tinga inverteu bola para a esquerda, Nino Bahia dominou, ajeitou e chutou colocado. Porém a bola passou por cima da meta de Grohe. Aos 27, Tinga soltou a bomba de fora da área e quase abriu o placar para os mandantes.

O Tricolor logo reagiu. Douglas deu belo passe para Lincoln, que invadiu a área e foi atropelado por Altair. O árbitro marcou pênalti. O camisa 10 gremista cobrou forte, no ângulo, e abriu o placar. Aos 38', o "Imortal" assustou mais uma vez. Após bela trama, Galhardo cruzou, a zaga do Periquito rechaçou e, no rebote, Marcelo Oliveira bateu por cima. Ainda no primeiro tempo, o Avenida ficou com um a menos. Após dividida com Júnior, Altair recebeu o segundo amarelo e foi para o chuveiro mais cedo. Aos 51, Luan fez bela jogada, encarando a defesa. No entanto, na hora da finalização, pegou mal, facilitando a defesa do goleiro Villa.

AVENIDA CRESCE, MAS MORENO DECIDE

Aos dez segundos da etapa final, Luan foi expulso direto após entrada forte no zagueiro Vitor Hugo. Aos quatro, após lindo passe de Miro Bahia, Juninho Tardelli, irmão de Diego Tardelli, chutou rasteiro, mas Grohe fez bela defesa, evitando o empate. Dois minutos depois, após lançamento para a área, Vitor Hugo cabeceou para o gol. A bola encobriu o goleiro gremista, mas Rodolpho, providencial, salvou em cima da linha. O gol do periquito era iminente.

Aos 14, o gol avenidense saiu. Juninho Tardelli lançou Jackson, que desceu livre pela esquerda e cruzou. Paulinho só teve o trabalho de completar para o gol vazio, empatando o confronto. Então, Felipão promoveu a entrada de Marcelo Moreno. Logo em seu primeiro lance, o boliviano driblou e quase marcou. Logo após, Moreno completou cruzamento e Galhardo, mas isolou. Aos 35, após novo centro de Galhardo, Moreno tentou a finalização, mas Carlos Alberto jogou contra a própria meta. Nos acréscimos, a persistência de Marcelo Moreno surtiu efeito. Felipe Bastos cruzou e o atacante tocou para o gol, que pode ter sido o último de sua passagem pelo Tricolor. No fim, a torcida fez o apelo: "Fica Moreno".

Fonte: Lance Net