Morre Lori Sandri, ex-treinador do Atlético, vítima de um câncer na cabeça

Morre Lori Sandri, ex-treinador do Atlético, vítima de um câncer na cabeça

 

Morreu nesta sexta-feira, aos 65 anos, vítima de um câncer na cabeça, o ex-técnico Lori Sandri. Seu último trabalho como treinador terminou ainda em fevereiro de 2012, quando se desligou do Botafogo, de Ribeirão Preto. O comandante convivia com a doença há cerca de um ano. Seu enterro está marcado para acontecer neste sábado, em Curitiba. 

Lori comandou o Atlético no fim da campanha que culminou no rebaixamento da equipe no Campeonato Brasileiro, em 2005. Ele seguiu como comandante alvinegro até o início da Série B, no ano seguinte. No Galo, foram 16 vitórias, 12 empates e 8 derrotas. 


Carreira como jogador

Natural de Encantado, no Rio Grande do Sul, Lori começou a jogar futebol cedo, aos 15 anos, como volante do Esporte Clube Encantado, time amador do estado. Um ano depois, fez teste para entrar na equipe de juniores do Internacional. Foi aprovado, mas a dificuldade em sustentar-se financeiramente na capital gaúcha o obrigou a seguir para Curitiba. 

A carreira como atleta profissional iniciou-se no Rio Branco de Paranaguá, em 1969. Lori ficou apenas um ano e transferiu-se em 1970 para o Seleto de Paranaguá. No ano seguinte, o meio-campista passou a pertencer ao Atlético Paranaense, onde em 1972, foi escolhido para defender a Seleção dos Melhores do Ano.

Em 1973, Lori foi jogar no Londrina Esporte Clube e, em 1974, voltou para Curitiba como jogador do Esporte Clube Pinheiros. O atleta Lori encerrou sua carreira em 1976, quando passou a atuar como técnico de Futebol, no Esporte Clube Pinheiros.

Carreira como treinador

Em 1976, Lori Sandri recém terminava a Faculdade de Educação Física pela Universidade Federal do Paraná. No Esporte Clube Pinheiros, era capitão e responsável pela preparação física do plantel, auxiliando o técnico Jober Meira Lima. Com a saída de Jober para o Flamengo - onde Jober revelou Zico - a diretoria do Pinheiros pediu para Lori Sandri assumir o comando da equipe.

A partir daí, Sandri dirigiu clubes como Atlético, Botafogo e Internacional, além de comandar equipes fora do Brasil, como o Marítimo, de Portugal, e Verdy Tokyo, no Japão. Em seu site oficial, ele comemorava o fato de ser o treinador brasileiro que mais conquistou títulos no Oriente Médio. 

Entre os títulos conquistados por Lori estão o Campeonato Paranaense de 1983, com o Atlético-PR, e Campeonatos Gaúchos com o Juventude, em 1998, e com o Internacional, em 2004. No Coritiba, foi responsável pela subida da equipe alviverde da Série B, em 1995.

 

Fonte: superesportes.com.br