Libertadores 2015: Corinthians vence Once Caldas por 4 a 0 em Itaquera e encaminha vaga

No primeiro tempo, foi de longe o mais participativo: o herói da Libertadores de 2012 provocou, arrancou cartão amarelo de adversário e ainda acertou o travessão em chute espetacular aos 46min.


Caso havia um fantasma em torno do vexame para o Tolima em 2011, ele começou a ser exorcizado na noite desta quarta-feira na Arena Corinthians. Se Tite deixou uma má impressão no início de seu trabalho na passagem anterior, desta vez teve um senhor cartão de visitas, com direito até a “Tite-Taka”.

Acalmem-se, corintianos: a humilhação para o colombiano Tolima em 2011 não se repetiu, pelo menos no jogo de ida: pela Pré-Libertadores de 2015, a equipe paulista fez 4 a 0 no Once Caldas e encaminhou vaga na fase de grupos da principal competição do ano. Um dos grandes personagens da partida foi ele, o próprio, o polêmico: Emerson Sheik. O atacante abriu o placar por cobertura logo aos 30s de jogo, em lance em que pode dizer tanto que tentou cruzar quanto que arriscou o gol.

No primeiro tempo, foi de longe o mais participativo: o herói da Libertadores de 2012 provocou, arrancou cartão amarelo de adversário e ainda acertou o travessão em chute espetacular aos 46min. Saiu ovacionado de campo no segundo tempo. A partida prometia ser tensa para os corintianos, mas começou tranquila com gol aos 30s. O Once Caldas teve que sair para o jogo e chegou a fazer Cássio trabalhar, mas o maior reforço veio aos 25min, com a expulsão do astro corintiano Paolo Guerrero. Mesmo assim, o compacto time corintiano evitou o empate do adversário.

A equipe de Tite apresentou padrão tática superior aos tempos de Mano Menezes e pouco sofreu mesmo com um homem a mais. A movimentação, troca de passes rápidos e a forma compacta do elenco em campo se sobrepuseram ao número de jogadores. Até teve o segundo gol, marcado por Felipe, no início do segundo tempo. O jogo só voltou a ficar tranquilo para o Corinthians novamente com expulsão de Murillo, do time colombiano, aos 22min do segundo tempo pelo segundo cartão amarelo. No minuto seguinte, em gol impressionante, Elias definiu a vitória corintiana sobre o Once Caldas.

Fonte: Terra