Osvaldo de Oliveira é o novo técnico do Palmeiras para 2015

Osvaldo de Oliveira é o novo técnico do Palmeiras para 2015

O Palmeiras chegou a um acordo com o técnico Oswaldo de Oliveira. Após alguns dias de negociação, o carioca de 64 anos topou dirigir a equipe alviverde na próxima temporada, com contrato a ser assinado até dezembro. Detalhes jurídicos serão definidos na segunda-feira, motivo pelo qual o anúncio deverá acontecer na terça. O salário do novo comandante ultrapassará a casa dos R$ 300 mil, o maior de um treinador desde que Paulo Nobre assumiu a presidência.


A ida ao Palmeiras fará com que Oswaldo de Oliveira se torne o primeiro treinador da história a comandar os quatro grandes clubes de São Paulo e do Rio de Janeiro. Carioca, ele, que também teve passagem vitoriosa pelo futebol japonês, iniciou sua carreira no Corinthians em 1999 – quando foi campeão brasileiro. Um ano depois, faturou o Mundial de Clubes da Fifa pela equipe alvinegra. Desde então, já esteve à frente de Flamengo, Fluminense, Vasco, Botafogo, Santos e São Paulo (sem falar no Cruzeiro e no Vitória).

A chegada de Oswaldo de Oliveira, que estava desempregado após uma passagem pelo Santos, dá sequência à reformulação pela qual vem passando o departamento de futebol do Palmeiras. Ele substitui Dorival Júnior, demitido ao término do Campeonato Brasileiro. Depois que o rebaixamento à Série B foi evitado por pouco, além de Dorival, deixaram o clube o gerente de futebol Omar Feitosa e o diretor executivo José Carlos Brunoro. Para o lugar de Feitosa, chegou Cícero Souza. O vínculo de Oswaldo com o Palmeiras será válido até o fim de 2015. O treinador teria sido a primeira indicação de Alexandre Mattos, diretor de futebol que deixou o Cruzeiro e que assumirá o posto no clube alviverde em janeiro do ano que vem.

O dirigente admira Oswaldo pela sua capacidade de lançar e lidar com jogadores das categorias de base. O técnico ainda se encaixa na previsão salarial traçada pelo presidente Paulo Nobre. O último trabalho de Oswaldo de Oliveira ocorreu no Santos, de janeiro a setembro deste ano. Ele chegou à Vila Belmiro com pompa por ter conseguido levar o Botafogo à Copa Libertadores da América de 2013, mas não fez grande trabalho: foi vice-campeão paulista e deixou o clube na 11ª posição do Campeonato Brasileiro. Apesar disto, de acordo com a Folha de S.Paulo, venceu a concorrência de Mano Menezes e Abel Braga e será o responsável por liderar a reformulação palmeirense em 2015.

Curta o Portal Meio Norte no facebook

 

Fonte: Terra