Palmeiras bate Santos em jogo de pênalti perdido e arbitragem polêmica

Santistas reclamam de impedimento no gol de Leandro Pereira e de pênalti marcado (e desperdiçado por Dudu). Palmeirenses cobram penal em Rafael Marques

A final do Campeonato Paulista começou com superioridade do Palmeiras, neste domingo, no Allianz Parque. O time alviverde foi melhor que o Santos, teve até um pênalti perdido e poderia ter vencido por um placar amplo. Mas Dudu errou a cobrança, chances de gols foram desperdiçadas, então a vitória aconteceu por apenas 1 a 0. Pelo menos terá vantagem do empate para ser campeão. O Santos precisa vencer por dois gols de diferença para ser campeão. Caso vença por um, a decisão vai para os pênaltis. O destaque negativo ficou por conta do juiz Vinicius Furlan, que fez uma grande lambança no segundo tempo.

 Ao contrário do que se esperava, Palmeiras e Santos não começaram o jogo com alta intensidade. Nem mesmo o time da casa tentou avançar a marcação ou abafar o adversário. Preferiu ficar com a posse de bola e evitar dar espaço para contra-ataques santistas. Mas deu certo, porque o primeiro gol saiu exatamente de uma bela linha de passe, finalizada por Leandro Banana.

Depois do gol, o Santos tentou reagir, inverteu os lados dos atacantes e marcou mais forte. Mas o Palmeiras não se assustou com nada disso e só perdeu a cabeça por causa de uma falta e de um pênalti não marcados pouco antes do fim do primeiro tempo. As reclamações foram tão fortes que os técnicos Oswaldo de Oliveira e Marcelo Fernandes acabaram expulsos.

 Porém, ficou evidente que o juiz Vinicius Furlan estava sentindo a pressão, então foi inevitável: ele acabou sendo protagonista de forma negativa no começo do segundo tempo, depois de marcar um pênalti para o Palmeiras. Ele expulsou o jogador errado por causa do lance - mostrou o cartão vermelho para David Braz, mas só depois corrigiu e mandou o jovem Paulo Ricardo para fora. Depois da confusão, Dudu perdeu o pênalti ao chutar a bola no travessão.

Com um jogador a mais, o cenário do jogo se tornou óbvio: o Santos se fechou para segurar o resultado, enquanto o Palmeiras teve posse de bola, mas com muita dificuldade para furar a retranca. O time da Vila Belmiro sabe contra-atacar como poucos e até tentou usar essa arma, mas Ricardo Oliveira perdeu a melhor chance criada no segundo tempo.

Arouca fora

Os palmeirenses sofreram um susto logo no começo do jogo. Arouca começou a sentir uma lesão muscular aos 10min e teve que ser substituído logo depois. Mas ele foi substituído por Cleiton Xavier, que fez um belo jogo.

GOL

29min do 1º tempo - Palmeiras 1 x 0 Santos
Cleiton Xavier criou uma bela tabela na ponta direita antes de lançar para Robinho, que abre as pernas e deixa a bola passar. Lucas chegou na linha de fundo e cruzou para Leandro, que fez um gol parecido com aquele com o que marcou contra o Botafogo-SP.






 

Fonte: Globoesporte.com