Palmeiras deixa Corinthias empatar no final do segundo tempo e continua com tabu no Pacaembu

O resultado deixa o Corinthians com 53 pontos, mas o time ainda pode sair do G-4 do Campeonato Brasileiro

Tradicional e histórico, o Estádio do Pacaembu recebeu provavelmente seu último clássico entre Palmeiras e Corinthians, neste sábado, pelo Campeonato Brasileiro, já que agora os dois times terão suas arenas para jogar. O empate por 1 a 1 foi especialmente amargo para os alviverdes, que não vencem no estádio há doze jogos, desde 1995. A decepção para eles foi ainda pior, pois o gol corintiano saiu aos 45min do segundo tempo, marcado por Danilo. Antes o artilheiro Henrique tinha aberto o placar.

O resultado deixa o Corinthians com 53 pontos, mas o time ainda pode sair do G-4 do Campeonato Brasileiro até o fim da rodada. Já o Palmeiras segue se afastando da luta contra o rebaixamento de forma lenta. Está com 36 pontos, cinco a mais que o primeiro time na área da degola.

O primeiro tempo foi um bom retrato da campanha de cada time no Campeonato Brasileiro. Afinal, por cerca de 20 minutos, o Corinthians mostrou por que está muito acima do Palmeiras na tabela. Porém, o time alvinegro não soube superar a pior defesa da competição e mais uma vez sofreu para bater um time pior. Luciano perdeu a melhor chance aos 10min, quando Fernando Prass saiu bem do gol e travou a finalização.

Já o retrato do Palmeiras é um time que precisa ganhar confiança para crescer nos jogos. E foi o que aconteceu a partir dos 24min: após jogada iniciada por Valdivia, Wesley arriscou um chute fraco e rasteiro. Mas Henrique apareceu para desviar a bola, fazer o gol e dar a confiança necessária ao Palmeiras.

O time alviverde cresceu na partida, passou a tocar a bola com mais tranquilidade e marcou bem melhor. As únicas chances de gol aconteceram em lances de bola parada, mas tanto Tobio quanto Anderson Martins estavam impedidos nos lances.

O filme do primeiro tempo se repetiu no começo do segundo: o Corinthians se acalmou e mostrou superioridade técnica novamente. Até a trave foi acertada em um chute de longe de Bruno Henrique. O Palmeiras assumiu claramente que sua postura seria de se defender atrás do meio-campo e esperar um contra-ataque para matar o jogo.

O técnico Mano Menezes logo começou a mexer no time, colocando Malcom e Romero em campo. O primeiro reclamou de pênalti aos 18min, mas o juiz não marcou. O time ganhou em velocidade e habilidade, passando a criar mais jogadas. Mas o difícil era acertar o último passe ou a finalização. Aos 31min, Luciano arriscou um chute de primeira na área, mas Prass defendeu.

A tática de focar em contra-ataques quase deu certo para o Palmeiras aos 36min. Wesley passou por Gil e chutou de longe, rasteiro e acertou a trave. O time alviverde passou a apenas gastar tempo, prender a bola e marcar forte, mas não conseguiu evitar o gol aos 45min: Danilo pegou uma sobra de bola na área, chutou forte com a esquerda e decretou o placar final.




Clique aqui e curta o Portal Meio Norte no Facebook

Fonte: Terra