Palmeiras vence Sport e mantém vantagem na liderança do Brasileirão

O resultado positivo deixa o Palmeiras com 28 pontos

Cada vez mais líder, cada vez mais ligado ao talento de Gabriel Jesus. O Palmeiras testemunhou mais uma noite iluminada do camisa 33 para garantir mais uma vitória do líder do Campeonato Brasileiro. Com um gol do atacante, que ainda sofreu um pênalti, o clube comandado por Cuca derrotou o Sport por 3 a 1, na Ilha do Retiro, e retomou a vantagem na ponta.

O resultado positivo conquistado fora de casa, apenas o segundo neste Brasileiro, deixa o Palmeiras com 28 pontos, três a mais do que o arquirrival Corinthians. Agora são sete pontos conquistados longe de São Paulo em 18 disputados, número necessário para confirmar o conforto na primeira colocação após a goleada corintiana sobre o Flamengo do último domingo (4 a 0).

Em compensação ao Palmeiras, que embalou o segundo resultado positivo consecutivo, o Sport sofreu com sétimo revés no Campeonato Brasileiro. Os pernambucanos somam apenas 12 pontos e ocupam a 18ª colocação, dentro da zona do rebaixamento.

Embalado por mais uma vitória, mas preocupado pelas suspensões de Róger Guedes, Gabriel Jesus e Thiago Santos – o trio levou o terceiro cartão amarelo -, o Palmeiras já pensa no clássico da próxima terça-feira contra o Santos, no Allianz Parque, a partir das 20h30. O Sport joga no sábado, às 21h, diante da Ponte Preta.

Virou rotina. Vitória do Palmeiras com grande atuação de Gabriel Jesus. Mesmo em uma noite sem lances plásticos, o camisa 33 se mostrou muito decisivo. O atacante anotou o segundo gol da equipe alviverde e sofreu o pênalti que culminou no terceiro; Cleiton Xavier balançou as redes. Artilheiro, Jesus agora soma dez gols no Campeonato Brasileiro.

Volante do Sport, Rithely ficou sem referência na marcação a partir da escalação de Cuca, que não contou com um 'camisa 10' como Cleiton Xavier – o meia palmeirense entrou apenas na segunda etapa. O volante pernambucano ainda escorregou e perdeu a bola no lance responsável por originar o segundo gol do Palmeiras na noite desta segunda-feira.

Mal chegou, e Yerry Mina encarou uma 'fogueira': encarar o Sport, logo na Ilha do Retiro. O colombiano, apresentado na última sexta-feira, passou com louvor pelo primeiro teste. Atuou como titular e deixa Recife com uma atuação segura, digna de impressionar o técnico Cuca.

Depois da derrota para o Cruzeiro, Cuca cogitou modificar o Palmeiras para as partidas seguintes fora de casa. Contra o Sport, o técnico confirmou o que já sinalizava ao escalar Thiago Santos no setor de meio-campo na vaga de Cleiton Xavier. Sem o camisa 10, a equipe alviverde deixou de propor o jogo e buscou mais os contra-ataques. Desta forma saíram os dois gols.

O Sport procurou controlar o ritmo da partida. Apesar da maior posse de bola (chegou a 65% durante o primeiro tempo), a equipe pernambucana sofreu com a falta de criatividade, especialmente na segunda etapa. No setor de defesa, as falhas individuais – como o lance de Rithely – culminaram no resultado ruim diante do líder da Série A depois de 13 rodadas.

O técnico palmeirense entrou com uma estratégia na qual apostou nos contra-ataques para bater o Sport. Deu certo. Com pressões esporádicas na saída de bola do Sport – exemplo do lance do segundo gol, que começou com uma roubada de Thiago Santos -, o Palmeiras foi letal na Ilha do Retiro: definiu o jogo de acordo com a ideia do técnico, mesmo em um momento desfavorável na partida.

Enquanto Cuca se mostrou decisivo para a vitória palmeirense, Oswaldo de Oliveira assistiu tudo de camarote. O treinador do Sport, suspenso, viu a partida em um setor privilegiado na Ilha do Retiro, mas longe do qual gostaria – beira do gramado, evidentemente.

Um lance gerou reclamações do Palmeiras na primeira etapa. Depois de sofrer entrada dura de Thiago Santos, Diego Souza reagiu com um pisão na panturrilha do volante palmeirense. A arbitragem não viu.

A divulgação da escalação do Palmeiras saiu 45min depois do esperado. A demora tem uma explicação. O goleiro Fernando Prass realizou testes físicos durante todo o aquecimento; somente depois da atividade, o camisa 1 acabou liberado para o duelo deste domingo. O jovem Vinícius Silvestre até viajou às pressas para Recife, caso o capitão fosse vetado. 

Palmeiras segue na liderança (Crédito: Site Palmeiras)
Palmeiras segue na liderança (Crédito: Site Palmeiras)



Fonte: UOL