Atacante Netinho é o novo reforço do River no Campeonato Piauiense

O atleta falou sobre o desempenho do River na partida contra o Botafogo/PB

Ontem foi dia de novidade no CT Afrânio Nunes. O atacante Netinho, que estava atuando no campeonato cearense pelo Quixadá, foi apresentado na parte da tarde ao elenco e à comissão técnica do River. O atleta falou sobre o desempenho do River na partida contra o Botafogo/PB.

"O River teve uma postura muito boa. Marcou bem, atacou bem, e buscou o resultado. Quanto a mim, vou procurar trabalhar para estar à disposição sempre que a equipe precisar de mim. Já trabalhei com o Flávio em duas ocasiões anteriores", disse o atacante.

Se houve uma chegada, também aconteceu uma partida. Foi confirmado o desligamento do veterano atacante Warley, que chegou ao Galo ainda no ano passado. Na época, o experiente jogador foi contratado para fazer dupla com Eduardo durante a disputa do Campeonato Brasileiro da série D e foi mantido para a temporada de 2015, mas acabou não rendendo o esperado.

Encerrada a participação na Copa do Nordeste, o River/PI agora volta o foco totalmente para o Campeonato Piauiense. Na última quarta, a equipe tricolor se despediu do torneio regional com vitória sobre o Botafogo/PB, por 1 a 0, no estádio Albertão.

Autor do gol do Galo na partida, o lateral-esquerdo Siderval elogiou o desempenho do time. "A vitória foi importante para nós. Estávamos há cinco jogos sem vencer. Fazíamos até bons jogos mas não conseguíamos o resultado positivo. Tivemos a felicidade de entrar com raça e vontade, e conseguimos os três pontos", disse o atleta, que fez seu segundo jogo como titular da equipe.

"Costumamos dizer que a nossa 'Libertadores' é o Estadual. Se quisermos alguma coisa mais para a frente, temos que vencer este campeonato. Temos que entrar em todas as partidas como se fosse uma final, sempre buscando a vitória. Só assim conseguiremos o título desse ano", complementou o atleta.

O técnico Flávio Araújo usou os números para ressaltar que, apesar da eliminação, o time do River deixou sua marca na Copa do Nordeste. "Ficamos entre os 10 melhores.

Obtivemos o mesmo número de pontos que o Campinense, que foi o oitavo, e o Náutico, que ficou com a nona posição. Nossa diferença em relação ao Campinense foi a questão do saldo de gols. Eles tiveram saldo zero e nós menos um. O Náutico, por sua vez, marcou mais gols que nós", disse.

E o treinador seguiu a mesma linha de Siderval, mas com uma comparação mais ousada. "Nossa Copa do Mundo, sem sombra de dúvidas, é o Piauiense. Essa vitória sobre o Botafogo/PB dá um alento maior para essa competição", disse Flávio.

O próximo compromisso do River acontecerá fora de casa. A equipe viaja a Piripiri para enfrentar o 4 de Julho, amanhã, às 19h.

Árbitro relata confusão no empate entre Piauí e Moto

Também na quarta-feira, o Piauí Esporte Clube foi a São Luís para cumprir tabela diante do Moto Club no estádio Castelão pela sexta rodada da Copa do Nordeste e voltou com um empate em 1 a 1.

Luís Cláudio marcou de cabeça o gol rubroanil aos 21 do primeiro tempo e o Enxuga Rato esteve muito perto de conseguir a vitória, mas Raylan igualou o marcador aos 43 da etapa final. A partida foi marcada por uma grande confusão ao fim do jogo. Na súmula, o árbitro José Cleuton Souza Lima detalhou a situação.

"Iniciou-se um conflito entre alguns atletas e suplentes das equipes preliantes. Conseguimos identificar que todo o fato foi ocasionado pelos sr. Luís Fernando N. Macedo nº 22 do Moto Club e o sr. Rafael Mendes A. da Silva nº 03 do Piauí, que trocaram socos e chutes. De momento a equipe de arbitragem observou que o Sr. Lucas da Conceição, goleiro nº 01 do Piauí caído ao solo levou um chute no rosto desferido pelo sr. Davyson Cunha de Abreu nº17 do Moto Club.

e que o Sr. Natanael Rodrigo M. de Souza, nº 06, atingiu com um chute as costas do Sr. Luis Fernando, nº 22 do Moto. Em tempo esclareço que arbitragem não conseguimos visualizar todo ocorrido por estar sendo envolvida no sistema de proteção do policiamento e deixando o local do conflito", diz a súmula, disponível no site da CBF.

José Cleuton também descreveu que a arbitragem foi alvo de hostilidades por parte da torcida. "Saliento que todo o episódio foi contido e apaziguado pelo policiamento do estádio.

 

Fonte: Dowglas Lima