Chance do River é focar no grupo e treinador diz que ver time crescer a cada jogo

O time retornou de Bragança, após viagem de mais de 12 horas, na madrugada de ontem, e se reapresentou no turno da tarde para um trabalho físico

O início dos trabalhos foi marcado por uma longa conversa com o treinador Flávio Barros Mesmo com a derrota diante do Remo no final de semana e a situação complicada diante dos tribunais, o River ainda pensa com otimismo.

“Se houve uma pequena luz que seja no fim do túnel, é atrás dela que nós vamos”, disse o técnico do Galo, Flávio Barros, na tarde de terça-feira (16), quando o grupo de reapresentou no CT Afrânio Nunes.

O time retornou de Bragança, após viagem de mais de 12 horas, na madrugada de terça-feira e se reapresentou no turno da tarde, para um trabalho físico de regeneração e também muita conversa. O início dos trabalhos foi marcado por uma longa conversa com o treinador Flávio, distante da imprensa.

Porém, antes do treino começar, o comandante do Galo, reforçou a intenção de continuar na briga. “Fizemos uma excelente partida, mas o que importa é o resultado. Vejo o River crescer a cada jogo e isso é bom.

E isso também nos faz acreditar que, se ainda temos chances, precisamos lutar e continuar focados”, analisou o técnico, sem querer comentar ainda o julgamento do Galo, que acontece na próxima quinta-feira, no Superior Tribunal de Justiça Desportiva, no Rio de Janeiro.

Warley, o goleador do River no último desafio, declarou que o momento é de continuar no foco. “Se conseguir fazer gols e uma boa partida, mesmo perdendo, mostra que continuamos na disputa”, disse. “O grupo permanece focado, apesar de tudo, e vamos domingo encarar o Guarany novamente com o mesmo objetivo, vencer”, acrescentou o atacante Eduardo.

Durante a semana, o River vai ainda fazer um treino coletivo final no Estádio Albertão, no turno da tarde, na próxima sexta-feira. Na quinta-feira, porém, a diretoria espera ansiosa pelo julgamento no STJD, que acontece às 14h, quando o River será enquadrado no artigo 214 do CBJD. Com defesa constituída no Rio de Janeiro, através do advogado Isaac Chaficks, o Galo ainda espera sucesso.

Advogado do Rio vai defender o River

O River Atlético Clube anunciou ontem que o advogado Isaac Chaficks, do Rio de Janeiro, será o responsável pela defesa do clube amanhã, quando o time será julgado no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD).

O clube foi notificado na segunda-feira, denunciado pelo artigo 214 do CBJD por ter escalado de forma irregular o lateral-direito na partida contra o Moto Club, pela sétima rodada da Série D do Brasileiro.Isaac Chaficks já defendeu o River na semana passada, quando o mesmo foi julgado por atraso na chegada ao jogo contra o Interporto (TO), em Porto Nacional.

"Escolhemos ele por já está acompanhando nossas causas lá no Rio de Janeiro. Isaac é capacitado para tanto e vamos ver o resultado do River na primeira instância", disse o presidente Eliseu Aguiar.

O River esperava um resultado melhor no julgamento do caso do América de Minas, mas o mesmo perdeu 21 pontos.Porém, o time mineiro vai recorrer em segunda instância e ainda indicar que a CBF se explique por não ter sido ela a denunciante neste caso, passadas quatro partidas para que um outro clube denunciasse o América Mineiro.

Diante deste contexto, o River espera também no seu julgamento, uma primeira instância e, se necessário, também recorrer em segunda instância. O julgamento do River está marcado para as 14 horas da quinta-feira (18), pela Quarta Comissão Disciplinar do STJD

Fonte: Jornal Meio Norte