Flávio Araújo ressalta foco do River no acesso a Série D

Amarildo já havia passado mal em outra ocasião

O River foi melhor praticamente o jogo inteiro, saiu na frente logo no primeiro tempo e garantiu valiosos três pontos contra o Santos do Amapá na série D, mas não significa que não tenha havido algum sofrimento. As chances desperdiçadas voltaram a ser uma pedra na chuteira do Galo, e o treinador Flávio Araújo citou este ponto ao comentar o desempenho da equipe que, de uma forma geral, o agradou.

“No primeiro tempo do jogo fizemos um gol, no segundo tempo tivemos as melhores oportunidades de am- pliar e não aproveitamos. Eu sempre falo para o grupo durante os treinos que, quando se tem uma meta de acesso, ao fim de cada rodada você precisa estar no topo. E nós conseguimos nesta rodada”, disse Flávio, logo

No entanto, o topo propriamente dito só não está sendo ocupado pelo River justamente por conta do saldo de gols. O Galo tem um, contra dois da equipe do Palmas, que venceu o Imperatriz por 2 a 0 na segunda rodada.

Um dos destaques do River na vitória sobre os amapaenses foi o meia Léo Olinda, que começou jogando no lugar de Esquerdinha no setor de criação de jogadas. Ele deu diversas assistências e cobrou a falta que originou o gol de Paulo Paraíba, aos 30 minutos da etapa inicial.

“Sabíamos que seria um jogo difícil, porque o Santos é forte dentro de casa. Mas também tínhamos a consciência de que poderíamos vencer. Era o nosso objetivo conseguir os três pontos”, disse Léo. O River se reapresenta na tarde desta terça (21) no CT do clube, na zona Sul de Teresina. Também está programada para a tarde de hoje uma entrevista coletiva, na qual a diretoria anunciará oficialmente um novo patrocinador para o clube.

Amarildo tranquiliza torcida do Galo

O final da partida em Macapá reservou um susto para o time piauiense. O volante Amarildo passou mal e precisou ser atendido fora de campo. Foi detectada uma situação de hipoglicemia (distúrbio provocado pela baixa concentração de glicose no sangue), o atleta foi medicado e passa bem. Depois do jogo, Amarildo, um dos mais queridos pela torcida tricolor, gravou um áudio tranquilizando os torcedores.

“Fiquem tranquilos. Estou bem. foi apenas cansaço do jogo e da viagem em si. Graças a Deus deu tudo certo dentro de campo. Vamos lotar o nosso Albertão para conseguir mais uma vitória. Um abraço a todos, e obrigado pela preocupação e pelas orações”, disse o atleta, que aproveitou para fazer o chamamento à torcida para o jogo contra o Guarani de Juazeiro, no Albertão, no domingo que vem.

Amarildo já havia passado mal em outra ocasião, na semifinal do segundo turno do Piauiense de 2014.

Ainda sobre o episódio do mal-estar de Amarildo, o técnico Flávio Araújo criticou alguns procedimentos adotados no estádio Zerão, como o posicionamento da ambulância. “Ela não pode ficar ‘de costas’ para o campo. Perde-se tempo caso ela precise ser utilizada. Tem que ficar de frente. Mas o que importa é que vai ficar tudo bem com o Amarildo”.

Fonte: Dowglas Lima