Jogador Lekão do Parnahyba diz que vale fazer gol até mesmo de canela

Sobre a chegada do lateral-esquerdo Luiz Jorge (ex Araioses/MA), o treinador da equipe azulina foi bastante enfático ao afirmar que o clube está qualificando a equipe

Ele tem cinco gols e está disparado na artilharia do campeonato piauiense, e apesar de ter um apelido “grande”, é baixinho. Lekão vem em um bom momento na equipe azulina e só pensa em uma coisa: ampliar sua contagem contra o River, no Albertão, no próximo domingo (26).

“Minha função é fazer gols e dar passes. Estou em busca da artilharia e de ajudar a equipe do Parnahyba. Vou em busca da vitória no domingo, de preferência fazendo gols”, disse o artilheiro, em entrevista ao repórter Gláucio Júnior, de uma rádio de Parnaíba.

Decisivo nos últimos jogos do Tubarão no campeonato, Lekão falou sobre sua carreira. “Comecei no Bahia de Feira (Feira de Santana/BA). Não fiz gols, mas ajudei bastante a equipe. No Ferroviário/CE comecei a marcar, e continuei a fazer gols aqui no Parnahyba. Agora é dar continuidade”. Lekão também foi atleta do Colo-Colo/BA.

Com bom humor, o atleta avisa que o foco é balançar as redes. “Não importa que o gol seja bonito. Pode ser de dedão, de canela, enfim. O que importa é ajudar o Parnahyba”, complementou o atacante.

O técnico Pedro Manta falou sobre a preparação do Parnahyba. “Agora é outra realidade. (O jogo contra o Caiçara) já passou. Decisão se ganha nos detalhes. Temos um grupo focado em fazer o resultado. O River joga pelo empate, e nós temos que jogar com inteligência e buscar essa vitória”.

Sobre a chegada do lateral-esquerdo Luiz Jorge (ex Araioses/MA), o treinador foi direto. “Estamos qualificando a equipe. Queremos ter sempre dois brigando bem pela posição. Quero ter uma dor de cabeça boa”, completou Manta, que espera por mais reforços nos próximos dias.

Raphael Freitas se apresenta no River

Enfim, ele chegou. Anunciado no último sábado como mais novo reforço do River/PI, Raphael Freitas foi oficialmente apresentado na tarde de ontem, no CT Afrânio Nunes, na zona Sul de Teresina. "Fico feliz ao ver o momento atual do clube, pois já tenho a possibilidade de ser campeão.

Espero que o River possa conseguir o título. A expectativa é a melhor possível. Conheço a maioria dos jogadores, alguns de jogar junto, e outros de jogar contra. Espero desempenhar um bom trabalho aqui no River", disse o atacante.

Na temporada passada, Raphael jogou pelo Piauí Esporte Clube, onde formou dupla de ataque com Fabiano, tento marcado gols importantes, inclusive contra o próprio River. Mas o jogador garante que o momento agora é outro. "Agora estou do lado do River. O Piauí já faz parte do passado.

Posso garantir à torcida que empenho de minha parte não vai faltar".


River e Piauí se enfrentam às 17h deste domingo (26), na final do primeiro turno do campeonato piauiense. O Galo tem a vantagem do empate por ter feito melhor campanha.

 

Fonte: Dowglas Lima