River e Parnahyba decidem 1º turno do piauiense às 17h deste domingo

São vários os ingredientes que compõem o duelo entre River e Parnahyba, marcado para as 17 horas deste domingo (26), no estádio Albertão

Rivalidade, artilharia, taça, vaga na Copa do Nordeste... São vários os ingredientes que compõem o duelo entre River e Parnahyba, marcado para as 17 horas deste domingo (26), no estádio Albertão. Os dois times chegaram à final do primeiro turno do campeonato piauiense trilhando caminhos bem distintos.

O River aproveitou no estadual o embalo da preparação realizada para a Copa do Nordeste, e passou sem maiores dificuldades pela primeira fase do piauiense. O galo se garantiu na liderança isolada ao fim de cinco rodadas e, na semifinal, venceu o Piauí de forma convincente. Todo esse contexto dá à equipe a vantagem de jogar por um empate na prorrogação, caso haja.

Mas o técnico Flávio Araújo tem a certeza de que o time pode render mais. “Estamos em um período de evolução, e buscamos aproveitar ao máximo cada treino para aperfeiçoar a equipe”, resumiu o treinador, que terá um variado leque de opções hoje. A dupla de ataque deve ser formada por Eduardo e Fabinho, mas Flávio poderá contar também com o recém-chegado Raphael Freitas. O tricolor está desfalcado do volante Thiago Dias, e Kássio pode ir para o jogo. Além disso, Rafinha pinta como solução para o setor esquerdo.

O Parnahyba teve um caminho um pouco mais difícil até a decisão. Depois de um começo difícil no campeonato, o time precisou lidar com a queda do treinador Paolo Rossi, mas evoluiu bastante com o decorrer da disputa. E isso ficou provado no último compromisso da equipe azulina. Já sob o comando de Pedro Manta, o time venceu de forma heroica o Caiçara fora de casa na semifinal do turno. Com sua filosofia de trabalho já plenamente implantada, Manta deu seu recado.

“Sabemos que o River é uma grande equipe, com jogadores de qualidade, e o Flávio Araújo já está no comando há algum tempo. Mas é o que eu falo ao grupo: não tem bicho-papão no futebol não”, disse o técnico durante a semana.

Para o confronto de hoje, o tubarão pode ter algumas novidades, já que todos os atletas recentemente contratados já estão disponíveis, como o goleiro Ivan, o zagueiro Renan, o meia Idelvando e o lateral esquerdo Luiz Jorge. Além disso, o volante Totonho retorna depois de cumprir suspensão por acúmulo de cartões.

A disputa pela artilharia é um capítulo à parte. O atacante Lekão, do Parnahyba, está na dianteira com cinco gols marcados. Fabinho, do River, tem três, e está na segunda posição. Fabinho, aliás, enfrenta hoje sua ex-equipe, mais uma particularidade do clássico desta tarde no gigante da Redenção.

Vale lembrar que os dois times se enfrentaram na terceira rodada, também no Albertão, em 28 de março. Naquela oportunidade, o Parnahyba saiu na frente com Thiago Lima, mas a equipe riverina virou o jogo com gols de Fabinho e Esquerdinha.

O vencedor da Taça Estado do Piauí vai receber o Troféu Nivaldo Coalhada, ex-jogador do River que faleceu no último dia 17 de abril. O árbitro da final do primeiro turno do estadual é Antônio Santos Nunes, auxiliado por Francisco Nurisman Machado Gaspar e Thyago Costa Leitão. O quarto árbitro será Antônio Dib Moraes.

 

Fonte: Dowglas Lima