River e Piauí duelam nesta segunda-feira às 20h no estádio Albertão

Caso passe para a final, o River terá na decisão um reforço no setor ofensivo. A diretoria anunciou, no sábado, a contratação do atacante Raphael Freitas, que estava no futebol paraibano

Pouco mais de uma semana depois de se enfrentarem pela última rodada da fase classificatória do primeiro turno do campeonato piauiense 2015, River e Piauí voltam a se encontrar no gramado do Albertão às 20h desta segunda-feira, desta vez pela semifinal do turno.


Por ter terminado na liderança, o River tem a vantagem de jogar pelo empate na prorrogação, caso haja. No último dia 12, o River de Flávio Araújo venceu o Piauí de Paulo Moroni, com gol de Thiago Marabá.

O time tricolor vem de uma eliminação na Copa do Brasil diante do Fortaleza, o que faz com que a equipe agora volte suas atenções apenas para o estadual. O técnico Flávio Araújo lembrou que o Galo se apresentou bem contra o Leão do Pici, e pediu o apoio da torcida. “Quem assistiu o jogo contra o Fortaleza viu que o River jogou com personalidade. Aproveito para pedir a presença do nosso torcedor para que nesta segunda feira possamos superar a equipe do Piauí”, disse.

No Piauí, o técnico Paulo Moroni teve trabalho durante a semana para decidir a formação ideal para enfrentar a equipe riverina. Isso porque, como se não bastassem as lesões, um surto de virose afetou a equipe. Edson Di, diagnosticado com dengue, é uma baixa para a partida de hoje.

O treinador comentou a situação. “A introdução de novos atletas é um fator que ajuda. Apesar das viroses e de algumas lesões, temos boa parte do grupo em condições de trabalho. É um jogo decisivo, de sobrevivência.
Sabemos que, para tirar o River desta competição, vamos ter que trabalhar triplicado, não é só dobrado”, disse Moroni.

Caso passe para a final, o River terá na decisão um reforço importante no setor ofensivo. A diretoria anunciou, no sábado, a contratação do atacante Raphael Freitas, que estava no futebol paraibano. O atleta chega amanhã a Teresina.

Antonio Santos Nunes será o árbitro de River x Parnahyba. Francisco Nurisman Machado Gaspar será o assistente de número um, enquanto Edmilson Timoteo da Silva atuará como assistente número dois. O quarto árbitro será Fábio Pinto de Queiroz. Até ontem os ingressos foram vendidos a valores promocionais, mas hoje os preços são os seguintes: Cadeiras no valor de R$ 50,00; Arquibancada cabine no valor de R$ 30,00; e Arquibancada placar no valor de R$ 20,00. Para todos os setores será válido a meia entrada no valor tradicional do ingresso.

Parnahyba supera o Caiçara e vai à final

Quem sair vencedor do duelo de hoje no Albertão já sabe que vai encarar uma parada dura na final do turno. Isso porque o Parnahyba superou o Caiçara com dois gols na prorrogação em pleno estádio Deusdeth de Melo, em Campo Maior. Os gols azulinos foram assinalados por Didi e Lekão.

Empurrado pela torcida, o time do Caiçara começou melhor, mas errava passes e falhava na hora de concluir. O Parnahyba também tentava chegar, mas sem perigo. Poucas chances foram registradas na primeira etapa. Uma delas foi um perigoso chute de Railllan, já na marca dos 40 minutos. O Caiçara de Paulo Isidoro não conseguia mostrar o futebol envolvente de rodadas anteriores, e o Parnahyba ainda tentava se encontrar em campo.

Na segunda etapa, o jogo continuou truncado, embora o Parnahyba tenha subido de produção. Os dois times seguiram pecando na armação das jogadas, e o torcedor viu poucas jogadas de perigo. O Caiçara quase abriu o placar com Gaúcho em bela jogada aos 23, mas o goleiro Allysson estava atento no lance e salvou o Leão. O time de Campo Maior ainda perdeu mais uma com Alanzinho, mas de novo Allysson fez boa intervenção. O jogo terminou em 0 a 0 e a decisão da vaga seguiu para a prorrogação.

O primeiro gol azulino saiu aos sete minutos da primeira metade do tempo prorrogado. Didi, que havia entrado na vaga de Puxa, aproveitou bate e rebate na área depois da cobrança de falta e concluiu para o fundo das redes, para a decepção da torcida do Leão da terra dos Carnaubais.
O Parnahyba ainda ampliou no segundo tempo. Lekão fez bela jogada, deixou a zaga caiçarina para trás e tocou com estilo sem chances para o fundo do gol. Final: 2 a 0, e estreia com vitória do técnico Pedro Manta no comando técnico da equipe do litoral.

 

Fonte: Dowglas Lima