River encara o Fortaleza nesta terça-feira (03) às 20h no estádio Castelão

Depois de conseguir uma vitória fora de casa (contra o Botafogo/PB, na estreia) e dois empates em casa (contra Ceará e o próprio Fortaleza), o elenco riverino sabe que a tarefa agora é buscar pontos

Depois da pausa da semana passada, é hora de a “Lampions League” voltar com tudo. Começam hoje os jogos de volta da primeira fase da Copa do Nordeste 2015, e caberá a Fortaleza e River abrirem a quarta rodada da competição. As duas equipes se enfrentam às 20h de hoje na Arena Castelão, na capital cearense.

Depois de conseguir uma vitória fora de casa (contra o Botafogo/PB, na estreia) e dois empates em casa (contra Ceará e o próprio Fortaleza), o elenco riverino sabe que a tarefa agora é buscar pontos fora de casa para continuar brigando pela classificação. E o duelo contra o Leão do Pici é o primeiro desses desafios.

O Fortaleza, aliás, vem de uma derrota para seu maior rival, o Ceará, pela terceira rodada da segunda fase do campeonato cearense. Para Warley, atacante do River, esse contexto inspira cuidados ainda maiores, já que o Leão vai jogar pressionado, com a necessidade da vitória.

“Sabemos que são campeonatos distintos. Quando você perde um clássico, a pressão sobre seu time acaba aumentando. Vai ser um jogo aberto, franco. Vamos entrar com personalidade e dedicação, buscando um resultado positivo para nossa equipe”, disse o camisa 9.

Temos uma forma muito boa de jogar fora de casa. Atuamos com a mesma força e o mesmo empenho. Qualquer que seja o esquema escolhido pelo professor Flávio Araújo, o importante é que a equipe pontue”, complementou o atacante.

Warley deve ter Fabinho ao seu lado no ataque titular, já que Eduardo ainda não se recuperou de lesão. “É uma oportunidade muito boa. Espero ajudar meus companheiros. Temos que pressionar logo no início, pois eles já estarão sendo cobrados pela própria torcida”, disse Fabinho.

Caso vença, o River se torna líder isolado do grupo D, a chave mais equilibrada da competição até aqui. O Galo está empatado com o Fortaleza em número de pontos e saldo de gols, por exemplo. O Ceará, que aparece logo atrás, também tem cinco pontos, mas tem menos gols marcados. O Botafogo/PB, lanterna da chave, ainda não pontuou.

Ontem o Fortaleza anunciou a volta de um velho conhecido. Com a saída de Nedo Xavier, após consenso entre treinador e diretoria, o novo técnico do Leão é Marcelo Chamusca, que retorna dois meses depois de deixar o clube.

Marcelo Chamusca comandou o Fortaleza durante o ano de 2014 e renovou com o Tricolor para a temporada de 2015, porém, o técnico deixou o comando da equipe no dia 31 de dezembro, quando acertou com o Atlético Goianiense. Agora, Chamusca e seu auxiliar técnico, Caé Cunha, estão de volta ao Pici.

O treinador, que recolocou o Leão na Copa do Nordeste e Copa do Brasil em 2014, já comanda o time à beira do gramado no confronto dessa terça-feira, diante do River.

O trio de arbitragem para a partida de hoje na Arena Castelão é todo do Rio Grande do Norte. O árbitro será Ítalo Medeiros de Azevedo, auxiliado por Luís Carlos Câmara Bezerra e Jean Márcio dos Santos.

Piauí fecha com Paulo Moroni

O técnico Paulo Moroni (vice-campeão pi-auiense de 2014 pelo Piauí Esporte Clube), já tendo dirigido clubes das séries A, B, C e D do Campeonato Brasileiro, acertou sua volta ao Piauizão Vibrante para a Copa do Nordeste, Copa do Brasil e Campeonato Piauiense 2015. O técnico Marco Antônio Santos (Marcão) ficará como seu auxiliar técnico, assim como no Estadual de 2014.

Paulo Moroni (foto) se juntará ao grupo do Piauí nesta quinta-feira (5) em Recife, quando acompanhará o jogo entre Náutico e Piauí, na Arena Pernambuco, pela Copa do Nordeste. Na Arena Pernambuco, Marcão ainda dirigirá o Piauí Esporte Clube.

O conceituado Zezé Carcará, natural de Barras - Piauí, será o novo gerente de futebol e seis novos jogadores serão apresentados na "Toca do Rato" no próximo sábado (7), juntamente com o treinador. Moroni estava no Baraúnas/RN disputando o Campeonato Potiguar e havia saído do Piauí no ano passado exatamente para dirigir o clube norte- riograndense.

"Teremos que fazer um grande jogo", diz técnico

Os jogadores e a comissão técnica do River embarcaram no começo da noite de ontem para Fortaleza. Ainda no aeroporto, os atletas falaram sobre a expectativa para a partida.

"Cada jogo é uma decisão, um degrau que devemos percorrer. Já foram três, e temos mais três pela frente. A nosso favor conta o fato de que, no River, não temos apenas uma equipe. Somos uma família", disse o goleiro Naylson, um dos destaques da equipe do Galo Carijó.

"Estamos focados. Respeitamos muito a equipe do Fortaleza, mas também sabemos que temos totais condições de sair de lá com um resultado positivo. E vamos fazer o possível para trazer os três pontos", comentou o meia Esquerdinha.

O também meia Júnior Xuxa reforça a necessidade de o River não se intimidar diante do Leão. "É um jogo muito importante para as duas equipes. Com certeza eles vão partir para cima, mas vamos buscar jogar de igual para igual".

O treinador Flávio Araújo também falou sobre o contexto do jogo, comentando inclusive a mudança de técnico do lado adversário. "O grupo está preparado e, acima de tudo, está consciente de que teremos de fazer uma grande partida.

Quanto à chegada de um novo treinador no Fortaleza, sabemos que isso automaticamente motiva os atletas, ou seja, teremos que tomar ainda mais cuidado", avisou o treinador riverino.

Fonte: Dowglas Lima