River inicia preparação para campeonato brasileiro série D

GALO INICIA PREPARAÇÃO PARA SÉRIE D

Dos seis jogadores contratados, quatro se apresentaram na tarde de segunda: o zagueiro Jadson, o lateral -esquerdo Luís Jorge, o volante Amorim e o atacante Célio Codó. O lateral Alex Santos chega nesta quarta e o meia Carlinhos se apresenta no próximo dia 29. Alguns jogadores que compuseram o elenco bicampeão estadual também não se apresentaram ontem. O volante Rogério e o zagueiro Paulo Paraíba se reapresentam hoje, enquanto o goleiro Naylson também retorna na quarta-feira.

Uma das maiores expectativas da torcida diz respeito ao trabalho do atacante Célio Codó. De forma resumida, o jogador deu o “caminho das pedras” para que o Galo se dê bem na série D. “Como em todo campeonato, temos que vencer os jogos em casa e buscar pontos fora, para que consigamos classificar o mais rápido possível”.

Em seu primeiro contato com o elenco, o zagueiro Jadson demonstrou confiança. “Essa é a primeira vez que estou vindo para o futebol do Piauí. Quero dar o máximo e ajudar a equipe para conquistar o acesso para a série C”, disse o atleta. Econômico nas palavras, Amorim também mencionou o sonho de mudar de divisão. “É um desafio muito grande. Precisamos manter o foco, concentrar no objetivo e trabalhar para subir o time”.

Para Luís Jorge, o fato de já ter trabalhado com Flávio Araújo no Sampaio Correa é um diferencial positivo. “Já fui campeão com o professor Flávio, e se depender de mim vou ser campeão de novo aqui no River. A disputa de posições é boa, mas quem decide é ele. Quem entrar, estará pronto”.

Mas não foram só os novatos que soltaram o verbo. O atacante Eduardo revelou detalhes de sua decisão de permanecer no time, e vê o Galo melhor do que o time que começou a série D de 2014. “Tive uma conversa com o presidente e com o Flávio, que é um treinador que tem confiança no meu trabalho. Pesou o fato de ficar em casa, que dá mais tranquilidade. Temos uma base boa, e o time está mais preparado que no ano passado, contando também com uma ótima comissão técnica. Espero que os jogadores que estão chegando possam desempenhar um bom futebol para ajudar a equipe”, disse o atacante.

O treinador Flávio Araújo ressaltou que a decisão de conservar a maior parte do time foi acertada. “Cerca de 85% do elenco foi mantido, o que é importante. Vamos continuar trabalhando com o mesmo ambiente saudável, com o objetivo de conquistar o acesso para a série C. O grupo é forte, dotado de jogadores capazes de disputar essa competição. Acreditamos muito na qualidade e na força do nosso time. Serão jogos difíceis, vamos respeitar todos os nossos adversários, mas vamos lutar para terminar a fase classificatória entre os dois melhores do nosso grupo”.

Como era de se esperar, o assunto da suspensão do presidente Elizeu Aguiar foi tema de perguntas dos jornalistas.

Flávio opinou que a pena de 180 dias de afastamento das atividades do time foi severa. “Não esperávamos. Houve casos muito mais sérios, de atleta admitir (que recebeu dinheiro) e não houve punição. Mas a diretoria é a mesma, segue unida, sob o comando do Júlio Arcoverde, mantendo o planejamento e buscando o sonho de subir”.

O presidente em exercício, Júlio Arcoverde, também falou da punição aplicada ao cartola riverino. “Pegou todos nós de surpresa. Apesar de não concordar com a punição, temos que cumprir. Há a necessidade de seguir as regras estabelecidas. Garanto que todo o planejamento que foi feito para buscar a conquista da série D será realizado. Não vejo sentido em mudar nada. Minha missão é dar continuidade para esse trabalho e motivar a todos”, disse Júlio.

O River está no grupo A2 da série D 2015, ao lado de Interporto/TO, Santos/AP, Imperatriz/MA e Guarani de Juazeiro/CE. A estreia do Galo está marcada para o dia 12 de Julho, no Albertão, em Teresina, contra o Interporto.

Fonte: Dowglas Lima