River não sai do 0 a 0 contra o Guarani/CE no Albertão

O time piauiense está na liderança da chave

Chances perdidas, torcida na bronca... pareceu um repeteco da estreia. Mais uma vez o River empatou jogando em casa pela série D do Campeonato Brasileiro, dessa vez sem gols. O placar de 0 a 0 neste domingo contra o Guarani de Juazeiro pela terceira rodada do grupo A2 foi o segundo empate do Galo em dois jogos no Albertão, o que faz o time do técnico Flávio Araújo desperdiçar pontos importantes. Apesar do resultado, o time piauiense está na liderança da chave, com cinco pontos - um a mais que o Palmas, que folgou nesta rodada.

O River começou pressionando, usando bem a movimentação dos homens de frente. Antes dos cinco minutos, o time tricolor já tinha criado uma boa chance. Léo Olinda bateu cruzado, mas ninguém alcançou a bola para completar para o gol.

A partir dos 15 minutos jogados, a partida ficou um pouco mais equilibrada. O River, no entanto, continuava mais ofensivo, e esbarrava na falta de objetividade na conclusão das jogadas - fato que daria a tônica do jogo e que ficou claro em pelo menos duas oportunidades com Léo Olinda, e depois com Eduardo, que recebeu cruzamento na cara do gol, tentou arrematar de primeira e errou o chute, desperdiçando a chance mais clara da primeira etapa.

Nos minutos finais do primeiro tempo, o time riverino começou a arriscar mais chutes, dando trabalho ao goleiro do Guarani. Apesar das tentativas, o placar não foi movimentado na primeira metade do jogo. Com Carlinhos na vaga de Léo Olinda, o River tentou partir para cima no começo do segundo tempo. Amarildo apareceu como elemento surpresa na área, e obrigou Alberto a fazer linda defesa. O Guaraju respondeu com um forte chute de Otacílio, que beliscou a trave em cobrança de falta.

O time Cearense, que jogava nos contrataques, assustou a torcida riverina quando o cronômetro marcava 16 minutos. Augusto avançou e serviu Moré na área. O atacante concluiu, mas Naylson cresceu para cima do atleta do Guaraju e afastou o perigo com uma defesa milagrosa, à queima roupa.

A impaciência da torcida riverina, que já era grande, cresceu ainda mais quando Carlinhos perdeu um gol incrível aos 26. Cara a cara com Alberto, o meia dominou, avançou livre de marcação na área e bateu à direita do gol. O time riverino ainda tentou pressionar no fim, mas não conseguiu balançar as redes. Final: 0 a 0. Agora, o River joga contra o Imperatriz, no próximo sábado, às 19h15, no estádio Frei Epifânio, em Impetratriz/MA. O Guarani também joga fora de casa: vai a Porto Nacional enfrentar o Palmas, no domingo.


Image title

Image title


Image title

Image title

Fotos: Luiz Fernando Gonzaga

Fonte: Dowglas Lima