River protocola denúncia oficial contra o Remo na Justiça

River protocola denúncia oficial contra o Remo na Justiça

A diretoria, junto com a Federação de Futebol do Piauí, fez o que estava ao seu alcance para agilizar este processo de denúncia

O presidente do River, Elizeu Aguiar encerrou sua passagem pelo Rio de Janeiro ontem e confirma que já foi protocolado o pedido de denúncia contra o Clube do Remo (PA) junto ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) no início desta tarde. O processo foi encaminhado junto com um pedido de liminar que pede a suspensão da rodada deste final de semana da Série D.

A diretoria do River, junto com a Federação de Futebol do Piauí (FFP), fez o que estava ao seu alcance para agilizar este processo de denúncia e agora o que resta ao clube, imprensa e torcida tricolor é aguardar. “Finalizamos o dia com o protocolo realizado junto ao STJD.

O pedido de denúncia foi feito diretamente do River para o procurador do superior tribunal de justiça e agora esperamos a análise dele para seguir em frente”, disse o presidente.

O caso cita irregularidades na escalação do jogador do Remo Danilo Lins e pede a suspensão da rodada da Série D, que seria a primeira rodada das oitavas de final. Danilo teria atuado em duas partidas do Remo na Série D, mas sua regularidade foi questionada por que o mesmo tem confirmadas quatro inscrições diferentes na temporada de 2014.

O artigo 5.3 do Regulamento de Transferências da Fifa determina que os “jogadores podem se registrar em um máximo de três clubes durante uma temporada. Durante esse período, o jogador só é elegível para jogar partidas oficiais por dois clubes.

Como uma exceção a essa regra, um jogador se transferindo entre dois clubes pertencentes a associações com temporadas que se não se coincidem podem ser elegíveis para jogar partidas oficiais por um terceiro clube durante a temporada relevante, assim que tiver cumprido as obrigações contratuais com seu clube de origem”.

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) também foi notificada pelo River, mas ainda não se manifestou. É uma situação delicada, que exige do River e dos advogados que estão no caso cautela na divulgação de mais informações, porque somente o STJD tem o poder de decidir se acata ou não a denúncia do clube piauiense.

Clique e curta o Portal Meio Norte no Facebook

Fonte: Dowglas Lima