Nos pênaltis, River bate o Ypiranga e está na final da série D

River vence o Ypiranga pela série D

Que sufoco! Mas deu tudo certo para o River. Depois de ver o Ypiranga colocar 2 a 0 no placar do Colosso da Lagoa, em Erechim/RS,  o Galo Carijó mostrou nervos de aço e venceu a disputa de pênaltis por 5 a 4. Inspirado, Naylson pegou duas cobranças, garantindo a vaga na final da série D. O adversário será conhecido neste domingo: Remo e Botafogo-SP duelam no Mangueirão, às 19h (horário do Piauí). Os paulistas jogam pelo empate, e a Rede Meio Norte transmite o duelo ao vivo.

Desvantagem no placar

A primeira tentativa riverina veio aos quatro minutos de jogo, com Eduardo. O camisa 9 chutou de longa distância, mas a bola acabou subindo demais. Quatro minutos depois, a resposta dos gaúchos - também em um chute longo. Miranda arriscou, e Naylson se esticou todo para espalmar. A bola ainda tocou o travessão.

Na marca dos 11 minutos, o árbitro viu pênalti de Índio em João Paulo na esquerda da grande área. O próprio João Paulo foi para a cobrança e, de perna direita, abriu o placar no Colosso da Lagoa. 1 a 0.

O River seguia apagado na partida. As tentativas de triangulação não funcionavam, e o meio de campo apresentava pouca inspiração. Os donos da casa, por sua vez, apostavam nas descidas rápidas, tentando envolver a defesa tricolor.

Depois dos 30 minutos, o River conseguiu dar mais equilíbrio à partida. O Galo teve uma boa chance de igualar o marcador aos 40 em boa cobrança de falta de Júnior Xuxa, que passou com perigo à esquerda do gol de Carlão.

Chances perdidas e mais um dos gaúchos

O segundo tempo começou em ritmo alucinante. Aos sete, o Ypiranga perdeu chance clara em jogada de velocidade - a conclusão saiu fraca. O River respondeu com Eduardo, que cruzou para Fabinho na área. O atacante, no entanto, perdeu a chance na cara do gol.

O segundo do Ypiranga veio aos 12. No meio da zaga, João Paulo viu a passagem de Maicon. O camisa 8 dominou e tocou de perna direita, deslocando Naylson. 2 a 0.

O River estava disposto a evitar as cobranças de pênalti. Fabinho quase marcou aos 26, mas Carlão fez linda defesa - arrancando um "uhhh" do torcedor riverino ligado na tela da Rede Meio Norte.

Depois de algumas boas chances para ambos os lados, o jogo terminou mesmo com o placar de 2 a 0. A vaga seria decidida nas penalidades.

Pênaltis e a consagração de Naylson

O Ypiranga abriu as cobranças com João Paulo, e o atacante converteu. Eduardo fez o primeiro do River. Naylson pegou a cobrança de Jonathan. Alex Santos perdeu para o River, e Branquinho deixou os gaúchos na frente. Índio foi para a cobrança e também fez. Laerte balançou a rede na cobrança seguinte. Fabinho cobrou com força e também deixou o dele. Saldanha cobrou e fez. Tote marcou e manteve o Galo no páreo. Naylson pegou mais uma, e converteu o último pênalti, selando a classificação do Galo para a grande final da série D 2015.

Fotos: Elziney Rosa



Image title

Image titleImage title

Image title

Image title

Image title

Image title


Image title

Image title

Image title

Image title

Image title

Image title

Image title

Image title

Image title

Image title

Fonte: Dowglas Lima e Marcos Moraes