TJD vai julgar denúncias de sócios do Flamengo do PI

O Flamengo vem passando por uma série de problemas desde a questionada venda da sede do time, no bairro Bela Vista, na zona Sul de Teresina

O presidente do Tribunal de Justiça Desportiva do Piauí, José do Egito, confirmou que recebeu uma representação de flamenguistas a respeito da situação do Esporte Clube Flamengo. A informação é de que está sendo pedida inclusive a declaração de vacância do cargo de presidente do clube por conta de diversas irregularidades.

O Flamengo vem passando por uma série de problemas desde a questionada venda da sede do time, no bairro Bela Vista, na zona Sul de Teresina.

“Já estou com esse documento há vários dias. Não coloquei em pauta para julgamento por conta do período das eleições, mas agora vamos julgar na semana que vem”, disse o presidente do TJD, em entrevista ao repórter Miguel Mendes, da Rede Meio Norte. Dependendo do desenrolar do caso, o clube pode sofrer até uma intervenção.

O imbróglio rubro-negro tem uma particularidade para José do Egito. Isso porque, além de presidente do TJD-PI, ele é sócio patrimonial do Fla-PI. Questionado sobre essa situação, ele desabafou. “Tenho seis títulos no Flamengo. Não sei a quem pagar. Eu vinha pagando até o começo deste ano, até a venda oficial da sede do clube. Agora estou alheio tanto quanto os outros. Me considero o bobo da corte, assim como todos os outros torcedores”.

Os problemas não param de aumentar no “mais querido”. Ainda ontem uma ex-funcionária do clube registrou queixa no 10º DP contra a diretoria do Fla-PI por conta de um débito de 14 mil, relativo a despesas de energia elétrica do clube, já que, segundo ela, as contas haviam sido transferidas para seu nome e acabaram não sendo pagas. O caso será investigado.

Clique e curta o Portal Meio Norte no Facebook

Fonte: Dowglas Lima