Por conta do forte calor, jogadora desmaia no meio do Campeonato Brasileiro de Futebol Feminino

Nesta quarta-feira, a alta temperatura da capital amazonense protagonizou um susto

Nesta quarta-feira, a alta temperatura da capital amazonense, que teve máxima de 34ºC e sensação térmica de 40ºC, protagonizou um momento de susto durante a partida Iranduba-AM 2 x 1 Caucaia-CE, pelo Campeonato Brasileiro de Futebol Feminino.

Aos 40 minutos do primeiro tempo, a jogadora Gilsinha, camisa 10 da equipe cearense, começou a reclamar da temperatura. Na sequência, pediu substituição após um choque com uma jogadora do Iranduba. Depois de sair do gramado de maca, Gilsinha passou mal, vomitou na beira do gramado e foi levada, às pressas, para o Serviço de Pronto Atendimento (SPA) do Coroado, após desmaiar.

- Ela chegou desacordada, com pressão baixa, mas nada grave. Foi uma possível dor no tórax - afirmou a doutora Mikelle Batista, responsável pelo atendimento.

Depois de ser atendida, Gilsinha retornou para o estádio, onde acompanhou o fim da segunda etapa da partida. Ela criticou a CBF.

- Eu acho que a CBF deveria colocar os jogos do feminino à noite, porque muitas jogadoras não têm condições de jogar sob um sol forte desses. O estado é diferente, tem que se habituar, e ainda chegamos de viagem hoje (quarta) de madrugada. Não deu tempo nem de descansar e já viemos para essa correria. Esse sol quente - declarou.

Fonte: Globo Esporte