Rede MN transmite neste sábado (25) jogo entre Águia e Fortaleza

O time já foi derrotado em Marabá por Vila Nova e ASA

Um amarga a penúltima colocação do grupo A. O outro está na liderança isolada desta mesma chave, em situação confortável. Essa é a tônica do duelo de hoje pela série C do Campeonato Brasileiro: Águia de Marabá e Fortaleza fazem um duelo de opostos a partir das 16h, no estádio Zinho de Oliveira, em Marabá.

O confronto é válido pela nona rodada e a Rede Meio Norte mostra a partida ao vivo, em parceria com o canal Esporte Interativo. Antes, tem o pré-jogo do Bate Bola Olé.

A equipe paraense é a única que ainda não venceu no grupo A. O time já foi derrotado em Marabá por Vila Nova e ASA - dois dos rivais do Fortaleza no G4. O Águia vem de três derrotas seguidas e, como se não bastasse a péssima sequência, ainda vai pegar o Leão do Pici embalado.

Depois de sofrer a primeira derrota na competição, o Fortaleza se recuperou bem ao aplicar 3 a 0 no Botafogo da Paraíba, e quer voltar a ser um visitante incômodo neste sábado.

O técnico Marcelo Chamusca diz que o Fortaleza enfrentará dificuldades e aponta os fatores adversos, mas confia em um resultado positivo diante do Águia, para encerrar a etapa dos jogos de ida da primeira fase na liderança do Grupo A da competição.

O comandante tricolor alerta que a equipe paraense, que ocupa a vice-lanterna, com quatro pontos, terá motivação extra por enfrentar o Tricolor, líder da chave e dono da melhor campanha do certame, com 19 pontos. Além disso, projeta que as dimensões reduzidas do palco do jogo e a condição climática da cidade também influenciarão no confronto.

“Isso é o que a gente chama de armadilhas da competição. Quando a gente foi jogar contra o Confiança, tirando o campo, era um quadro parecido, a colocação do adversário era preocupante e foi um jogo muito difícil. As dificuldades vão acontecer devido a uma série de aspectos.

A dimensão do campo é uma delas, porque não estamos acostumados e eu tive que mandar diminuir o campo para a gente treinar na semana e já criar uma adaptação. O clima também é um pouco mais quente do que o nosso.

E a condição do adversário, que vai fazer o jogo da vida deles como o Confiança fez. Todo mundo se motiva para jogar contra o Fortaleza, não só pela história do clube, mas pela nossa condição na tabela”, disse o treinador.

Nesta semana, a comissão técnica do Leão reduziu as dimensões do gramado do estádio Alcides Santos para os treinos preparativos para a partida visando à adaptação dos jogadores à condição atípica. Chamusca projeta as características da partida e indica as instruções para o Fortaleza conquistar a vitória.

“A gente trabalhou a semana toda com pouco espaço justamente simulando o que vai acontecer no jogo lá: marcação forte, pouco espaço, tem que pensar rápido, movimentar e ser efetivo nas bolas paradas, que é uma solução muito interessante para esse tipo de jogo. Tem que ficar atento com o adversário, que vai se fechar para jogar no nosso erro”, avisou.

Fonte: Dowglas Lima