STJD denuncia Cuca por usar ponto eletrônico em jogo contra o Flu

Cuca falou sobre o caso em entrevista coletiva

A procuradoria do STJD denunciou o técnico do Palmeiras, Cuca, e seus auxiliares Alberto Valentim e Cuquinha pelo uso de ponto eletrônico na partida contra o Fluminense. Ele estava suspenso por ter sido expulso, e não poderia se comunicar com o banco. Imagens de TV mostraram que ele falou com auxiliares.

O comunicação eletrônica entre os palmeirenses não foi vista pelo árbitro pois não houve relato na súmula. A procuradoria se baseou em imagens da câmera de transmissão que mostram os auxiliares com pontos e o treinador com um rádio no camarote. Foi a Globo, detentora dos direitos, que os filmou.

Cuca falou sobre o caso em entrevista coletiva concedida nesta sexta-feira. Segundo ele, não houve comunicação externa durante a partida. O treinador ironizou e disse que espera pela suspensão.

“Eu não usei comunicação externa. Se alguém me vê falando no rádio, pode me punir. Não sei porque essas coisas estão acontecendo. Não é da regra ter comunicador, a gente entende. As coisas não são permitidas para a arbitragem ter uma visão da TV e voltar um lance, mas é permitido para denunciar um treinador. Tomara que eu pegue seis jogos de suspensão'', disse o treinador.

Na denúncia, a procuradoria explica que o uso de de aparelhos eletrônicos é proibida pelo regulamentos da Fifa e da CBF. Por isso, denunciou o técnico por descumprir as regras e ao mesmo tempo ferir o fair play.

Cuca e seus auxiliares foram enquadrados nos artigos 191 (deixar de cumprir regulamento da competição) e 258 (assumir conduta contrária à disciplina e à ética). As penas previstas no primeiro artigo são multa de R$ 100,00 a R$ 100 mil. E as punições do segundo artigo, suspensão de um a seis jogos.

A denúncia já foi encaminhada para a secretaria do STJD, mas ainda não há data para o julgamento.

Cuca (Crédito: Divulgação)
Cuca (Crédito: Divulgação)


Fonte: UOL