Torcedores atiram garrafa na cabeça de Messi e Neymar responde provocações

O jornal ainda pede o fechamento do estádio Mestalla, lamentando o episódio.

Nesta segunda-feira, a imprensa catalã deixou de lado a vitória de 1 a 0 e passou a focar o assunto. Na repercussão, os dirigentes do Barça são citados como revoltados com o ato, e, principalmente, sobram críticas ao árbitro da partida, o espanhol David Fernández Borbalán, pelo cartão amarelo dado a Messi após o episódio.
 
"O Barcelona está farto de arbitragem como a do Mestalla", trouxe como manchete o Mundo Deportivo. "Garrafada em Messi...e depois cartão amarelo", ironizou o Sport.
 
Chamando de incrível, e equivocada, os jornais repercutiram a explicação dada pelo árbitro na súmula após o jogo. Fernández Borbalán relatou que Messi "recebeu o cartão amarelo por atrasar o retorno ao campo após a comemoração do gol". O argentino, de fato, foi o último jogador do Barcelona a voltar para o meio-campo.
 
O árbitro ainda cita o episódio da garrafada, mas é provocado pelos jornais pelo fato de ter narrado o acontecimento dizendo que "pequenas garrafas de água (sem tampa) foram atiradas nos jogadores do Barcelona na hora da comemoração. Uma delas impactou a cabeça de Lionel Messi, podendo continuar a partida".
 
O Sport usa imagens em câmera lenta do momento em que a garrafa atinge Messi para provar que a mesma estava com tampa. O jornal ainda pede o fechamento do estádio Mestalla, lamentando o episódio.

Clique aqui e curta o Portal Meio Norte no Facebook

Fonte: Uol