Vasco usa experientes Kleber e Douglas para vencer ABC e encostar no G-4

Vasco usa experientes Kleber e Douglas para vencer ABC e encostar no G-4

Com apenas uma derrota na Série B do Campeonato Brasileiro, o Vasco pecava pelo abuso de empates. Neste sábado, o Cruzmaltino demonstrou que a fase pode mudar. Mesmo sem ser brilhante, a equipe se segurou no fim para garantir vitória por 2 a 1 sobre o ABC, fora de casa - gols de Kleber e Douglas, com Dênis Marques descontando.

O time de Adilson Batista engatou a segunda vitória consecutiva na competição e ganha força para tentar atingir o G-4. A busca para formar parte do grupo, no entanto, ainda segue.

Com 25 pontos, o clube de São Januário chega à quinta colocação na tabela.

O Vasco ainda tem um jogo a menos que os adversários - igualará na próxima terça-feira, em duelo com o Náutico fora de casa. Derrotado na Arena das Dunas, o ABC segue na zona intermediária da Série B, com 20 pontos. Mesmo apoiado pela torcida, o time potiguar falhou contra um adversário direto na tabela.

 


Fases do jogo: Em um primeiro muito truncado, a possibilidade de gol poderia chegar somente com um erro dos defensores ou um brilho de um atacante. Foi a união destes dois fatores que resultou no lance que colocou 1 a 0 no placar para o Vasco. Pressionada por Lucas Crispim, a zaga do ABC errou ao tentar cortar a bola. Ela sobrou para Kleber, que só tocou para as redes aos 35min. Em vantagem, o Vasco voltou do intervalo retraído.

Martin Silva trabalhou no gol cruzmaltino para evitar o empate do ABC. Os donos da casa conseguiam dominar o jogo, até Michel cometer pênalti em Dakson. Aos 14min, Douglas foi para a cobrança e marcou 2 a 0. Com tranquilidade dada pelo goleiro uruguaio, o time comandado por Adilson Batista administrou o resultado até levar susto aos 41min. O lateral-esquerdo Henrique fez pênalti bobo e deu oportunidade para a torcida do ABC crescer.

Com apoio, Dênis Marques ousou na batida. Com cavadinha, o atacante diminuiu a vantagem cruzmaltina. O Vasco conseguiu superar a pressão no final do duelo e confirmou os três pontos. O melhor: A vitória veio com os experientes Kleber e Douglas, mas o sistema defensivo também foi fundamental. E Martin Silva se destaca entre os defensores vascaínos. No início do segundo tempo, quando o ABC pressionava pelo empate, o uruguaio mostrou firmeza para manter o Vasco em vantagem.

Em dois lances em sequência, o goleiro brilhou e confirmou sua importância à torcida.

O pior: O comando de ataque do ABC foi inoperante durante toda a partida. Apesar das boas jogadas dos meias, o time nordestino sentiu falta da presença de um típico camisa 9. Rodrigo Silva começou como titular e decepcionou de tal forma que nem voltou do intervalo. Dênis Marques entrou para jogar no segundo tempo e foi tão mal quanto. Sem ritmo e quase sem tocar na bola, o experiente jogador fez um gol de pênalti com direito a cavadinha no final e deixou o "título" de pior em campo com Rodrigo Silva.

Chave do jogo: Em um jogo truncado e de poucas oportunidades, Kleber mostrou presença para aliviar o Vasco aos 35min do primeiro tempo. Ainda em dívida com a torcida cruzmaltina, o camisa 30 foi fundamental para o resultado positivo em Natal. O atacante marcou 1 a 0 e deu tranquilidade ao seus companheiros.

O gol também fez com que o ABC abrisse mais espaços no sistema defensivo. Foi o segundo gol do "Gladiador" pelo Vasco. Ele, porém, saiu do jogo durante o intervalo com dores na coxa esquerda.

Para lembrar: Arena da Copa prestigiada – Pela segunda vez nesta semana, a Arena das Dunas recebeu grande público. Antes da partida do Vasco, o Fluminense também jogou em Natal para muitos torcedores – contra o América-RN pela Copa do Brasil.

O estádio que recebeu jogos da Copa do Mundo teve dias agitados. O Cruzmaltino, porém, não teve muito apoio neste sábado. A maioria de torcedores era do ABC.

ABC 1 X 2 VASCO

Local: Arena das Dunas, Natal (RN)

Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (GO)

Auxiliares: Cristhian Passos Sorence (GO) e Leone Carvalho Rocha (GO)

Gols: Kleber, aos 35 do primeiro tempo, para o Vasco; Douglas aos 14min do segundo tempo, para o Vasco; Dênis Marques, aos 41min do segundo tempo, para o ABC

Cartões amarelos: Marlon e Michel (ABC) e Douglas Silva, Rodrigo, Henrique e Dakson (Vasco)

ABC Gilvan, Renato, Suéliton, Marlon e Michel; Fábio Bahia, Liel (João Henrique), Daniel Amora e Rogerinho (Junior Timbó); João Paulo e Rodrigo Silva (Dênis Marques)

Técnico: Zé Teodoro

VASCO Martín Silva; Carlos Cesar, Rodrigo, Douglas Silva e Marlon (Henrique); Aranda, Fabrício, Dakson e Douglas; Lucas Crispim (Montoya) e Kléber (Edmilson)

Técnico: Adilson Batista

Fonte: UOL