Galvão corneta Neymar e Caio é esquecido no amistoso da seleção

Galvão corneta Neymar e Caio é esquecido no amistoso da seleção

A primeira delas foi quando Neymar tentou uma letra para cruzar a bola na área.

Exaltado no jogo do Brasil contra Honduras como a ?vitória do futebol?, Neymar foi alvo da corneta de Galvão Bueno contra o Chile. Em duas oportunidades, o atacante do Barcelona se deparou com críticas do narrador.

A primeira delas foi quando Neymar tentou uma letra para cruzar a bola na área. Com apenas um marcador pela frente, o jogador cortou para a linha de fundo e tentou a jogada de efeito, desagradando Galvão.

?Aí fez graça, de letra, para que? Aí não precisa. É aí que na próxima o cara entra duro em cima dele. Ele bate bem de perna esquerda, podia cruzar de perna esquerda. Faz a jogada de letra, se dá certo, escreve o nome na história, não deu certo?, disse o locutor.

Foi justamente as pancadas de Neymar que fizeram Galvão colocar o atacante como a ?vitória do futebol? contra o Honduras. O jogador do Barcelona sofreu com as constantes faltas cometidas pelos rivais.

Em outro momento da partida, Galvão questionou as notas dadas pelos espectadores da Globo ao jogador. ?Acho que esse 7,7 do Neymar hoje é mais pelo carinho do torcedor, por ser ídolo. A nota do Hulk me parece justa?, falou o locutor.

A transmissão da emissora ainda ficou marcada pelo ?esquecimento? de Caio Ribeiro. A mesa tática do ex-jogador não pôde ser mostrada por causa do intervalo corrido do duelo. O próprio gol de Hulk foi cortado antes do lance ser mostrado, pois o juiz apitou o reinício do segundo tempo.

?Ficamos devendo a finalização do Hulk no gol do Brasil. Quando tiver certeza que pode mostrar, daí. Ficamos devendo a mesa tática do Caio, a gente pede desculpas?, explicou Galvão.

Em campo, o Brasil conseguiu a vitória em seu último amistoso do ano. Com gols de Robinho e Hulk, o time venceu os chilenos por 2 a 1.

Fonte: UOL