Ganso faz gol e dá assistência em primeiro rachão com SPFC

A presença de Paulo Henrique Ganso no rachão foi apenas a primeira parte do trabalho do atleta

O meia Paulo Henrique Ganso foi a principal atração do rachão deste sábado no São Paulo. Na atividade, ele deu assistência para o atacante Luis Fabiano marcar e ainda deixou o seu.

"Foi positivo não só pelo aspecto técnico ou físico, mas principalmente emocional. Todo atleta sente falta de estar com o grupo, de bater na bola. Hoje o Ganso pode integrar com os demais companheiros. Tudo tem seu tempo e estamos respeitando todas as fases da recuperação", ressaltou o técnico Ney Franco ao site oficial do São Paulo.

A presença de Paulo Henrique Ganso no rachão foi apenas a primeira parte do trabalho do atleta. Em seguida, o camisa 8 participou de um trabalho físico-técnico com parte do elenco, visando ganhar resistência.

Apesar da visível evolução do jogador, todos no São Paulo evitam falar em prazos. Mas o UOL Esporte apurou que Ganso trabalha em segredo para ter condições de estrear contra o Náutico, pela antepenúltima rodada do Campeonato Brasileiro, em partida inicialmente marcada para o dia 18 de novembro pela CBF.

A estratégia de não se falar em prazos tem uma explicação clara: evitar uma expectativa na torcida do São Paulo pela sua estreia, por Ganso ser um atleta de seleção brasileira e que custou muito aos cofres do São Paulo (R$ 16,4 milhões).

Ganso foi apresentado no São Paulo no dia 23 de setembro. O meia não entra em campo desde o dia 30 de agosto, quando ainda atuava com a camisa do Santos e sentiu lesão no músculo reto femural da coxa esquerda no confronto contra o Bahia pelo Brasileirão.

Fonte: UOL