Ganso nega ser centro das atenções na Seleção Brasileira

Ganso nega ser centro das atenções na Seleção Brasileira

Camisa 10 da Seleção, Ganso ressaltou que responsabilidade será dividida

O meia Paulo Henrique Ganso descartou, nesta quinta-feira, ser o centro das atenções da Seleção Brasileira na Copa América. Recuperado de grave lesão recentemente e vindo da conquista do título da Copa Libertadores, ele assumiu a responsabilidade de camisa 10 da equipe de Mano Menezes, mas ressaltou que sua importância para o time é relativa.

"Estou me sentindo super bem, apesar de estar vindo de uma lesão muito séria. Só queria deixar claro que não sou o centro das atenções. Sou apenas mais um jogador do meio-campo querendo ajudar e começar uma nova história na Seleção", apontou Paulo Henrique, jogador sistematicamente elogiado pelos restantes dos jogadores do Brasil e também pelo técnico Mano Menezes.

O treinador declarou recentemente que, no período de ausência de Ganso na Seleção, ninguém conseguiu cumprir sua função com tamanha eficiência. "Encaro essa oportunidade e essa responsabilidade como uma forma de ajudar a Seleção Brasileira, mas tenho certeza que isso não vem só da minha parte", apontou o meia santista.

"Vou tentar jogar o meu futebol, mas o Robinho, o Neymar e o Pato também vão ajudar, eles e o pessoal todo desde a zaga. Não depende só de mim, nós somos um grupo. São todos grandes jogadores. A Seleção é um conjunto, e tenho certeza que ele vai dar muito certo nessa Copa América", complementou Ganso, um camisa 10 de muitas responsabilidades e expectativas gigantescas.

Fonte: Terra, www.terra.com.br