Ganso: São Paulo aguarda resposta do Santos para fechar

O Santos bate o pé e quer receber a parte que lhe cabe da multa rescisória: R$ 23,8 milhões por 45% dos direitos econômicos de Ganso

Ganso quer mesmo jogar no São Paulo.A vontade do meia prevalece na negociação, a ponto de a DIS, fundo de investimentos que detém a maior parte dos seus direitos econômicos e agencia a sua carreira, decidir que não negocia mais com o Grêmio. Somente o Tricolor paulista está na briga pelo jogador. Desta forma, investidores e São Paulo tentam acordo com o Santos para selar a negociação.

O Santos bate o pé e quer receber a parte que lhe cabe da multa rescisória: R$ 23,8 milhões por 45% dos direitos econômicos de Ganso. Apesar de ter dinheiro após as negociações de Lucas (Paris Saint-Germain) e Oscar (Inter), o São Paulo pediu ajuda da DIS para chegar a esse montante.

O Grêmio havia agido rápido na última quinta-feira e em reunião com a DIS, acertado os salários que pagaria a Paulo Henrique Ganso. Com o Santos não seria problema, já que o clube arranjou a quantia que o Peixe pediu. A confiança dos lados do Sul do país chegou a ser grande no êxito da negociação.

Mas o São Paulo trabalhou bem na sedução a Paulo Henrique Ganso. O Tricolor paulista ofereceu a camisa 8 do seu ídolo Kaká e ressaltou a boa estrutura que possui no Reffis para recuperá-lo, fatores que colaboraram para que ele vetasse ser transferido para o Grêmio.

Nesta sexta, o dirigente do São Paulo, Adalberto Baptista, esteve reunido com representante da DIS, para tentar selar as últimas burocracias do acordo. A expectativa é de que os paulistas anunciem a contratação de Ganso via site oficial até o fim do dia.

Enquanto não define seu novo clube, Ganso segue se recuperando de lesão na coxa esquerda agravada na derrota por 3 a 1 para o Bahia, na Vila Belmiro. Os médicos do Santos evitam estipular prazo para o retorno.

Fonte: UOL