Ginastas não podem usar decote durante treinos de ginástica rítmica na Turquia

A Turquia é conhecida por ser um dos países mais conservadores

A Turquia é conhecida por ser um dos países mais conservadores com relação ao tratamento das mulheres. Porém, é exatamente lá, na cidade de Izmir, que será realizado o Mundial de Ginástica Rítmica, evento que só é disputado pelo "sexo frágil". A competição tem início nesta segunda-feira e vai até o próximo domingo.

A ginástica rítmica masculina existe, mas em número tão reduzido que a Federação Internacional de Ginástica (FIG) ainda não reconhece a categoria. Nas Olimpíadas, em Campeonatos Mundiais e no circuito organizado pela entidade, apenas as mulheres competem. Portanto, os homens não estarão na Turquia.

O Brasil será representado no Mundial nas provas individuais e por equipes. O time brasileiro tem como principal objetivo melhorar a 12ª posição conquistada ano passado. Na disputa real pelas medalhas, a expectativa é que a Rússia volte a dominar a modalidade depois de perder os últimos quatro mundiais por equipes

Clique aqui e curta o Portal Meio Norte no Facebook

Fonte: Globo Esporte