Goiás empata com Coxa e cai para 4º

O Esmeraldino, obviamente, não teve o que comemorar

O Coritiba segue pedalando para escapar do tão temido rebaixamento. Literalmente, já que foi com um golaço de bicicleta de Ariel que a equipe arrancou o empate por 2 a 2 com o Goiás, no Serra Dourada. O argentino, que já havia aberto o placar, marcou aos 40 minutos e conquistou um pontinho importante para o Coxa, que segue fora do Z-4 do Brasileirão - por ora, o time está em 15º com 26 pontos.

O Esmeraldino, obviamente, não teve o que comemorar. Com o tropeço, ficou com 39 pontos e caiu para a quarta posição, sendo ultrapassado pelo São Paulo e ficando a cinco pontos do líder Palmeiras . Felipe e Léo Lima marcaram para os anfitriões, no primeiro tempo.

Na próxima rodada, os goianos vão enfrentar o Barueri, no próximo domingo, em São Paulo. O Coritiba encara o Corinthians, no dia 16, no Couto Pereira.

COXA ABRE PLACAR

O Coritiba não se intimidou com o fato de atuar fora dos seus domínios e foi o primeiro a assustar. Logo aos sete minutos, Ariel recebeu excelente passe de Leandro Euzébio, invadiu a área e bateu rasteiro para excelente defesa de Harlei. Na sobra, o argentino chutou por cima do gol. Aos 12, o Goiás respondeu. Vitor arriscou da intermediária e Edson Bastos pegou com segurança.

Em sua terceira oportunidade, Ariel não desperdiçou. Rodrigo Heffner avançou pelo lado direito e cruzou para dentro da área. O argentino dominou de costas para o gol, fez o giro sobre o zagueiro e chutou para abrir o marcador. A desvantagem no placar acendeu a torcida do Goiás, que passou a incentivar o time.

E o apoio surtiu efeito. A igualdade no marcador aconteceu cinco minutos após o gol do Coxa. Felipe cobrou falta da entrada da área com perfeição e empatou a partida. O goleiro Edson Bastos nem se mexeu. O Goiás teve a chance de virar o marcador com Léo Lima, aos 35. O meia recebeu ótimo passe de Ramalho dentro da área e chutou de primeira. A bola passou à direita da trave.

Um minuto depois, Iarley quase virou para o Goiás. O atacante recebeu na meia-lua, driblou um zagueiro e chutou para mais uma defesa de Edson Bastos. Aos 44 minutos não teve jeito. Léo Lima aproveitou falha da zaga, fintou um defensor dentro da área e chutou para marcar um belo gol: 2 a 1.

GOLAÇO DE BICICLETA

O Goiás voltou ligado para a etapa final. Aos quatro, quase ampliou com Felipe. O atacante cobrou falta da entrada da área, e o goleiro Edson Bastos espalmou para escanteio. No minuto seguinte, o Coxa respondeu. Marcos Aurélio fez ótima jogada pela direita e cruzou para Rodrigo Heffner. O jogador chutou e Harlei salvou a equipe esmeraldina com os pés.

O jogo, porém, caiu de qualidade. Erros de passe e chutes de longa distância sem direção irritaram os mais de cinco mil torcedores que compareceram ao Serra Dourada. O Goiás só voltou a aparecer aos 23. Júlio César recebeu pelo lado esquerdo da área e chutou para grande defesa de Edson Bastos.

O mesmo Júlio César teve uma outra grande oportunidade de balançar a rede em uma cobrança de falta na entrada da área. Aos 27 minutos, Felipe rolou para o lateral-esquerdo, que soltou a bomba. Edson Bastos salvou ao espalmar para escanteio.

Melhor na partida, o Goiás foi castigado aos 40 minutos da etapa final. Após cruzamento na área e bobeada de Amaral, o goleiro Harlei falhou bisonhamente ao tentar cortar de soco. Leandro Donizete tocou para Ariel, que pedalou no ar e fez uma obra-prima. O argentino dominou no peito e acerto uma bela bicicleta. Depois, houve tempo apenas para a expulsão de Fernando, do Goiás, por reclamação.

Fonte: Globo Esporte, www.globoesporte.com