Goiás faz 4 no Botafogo e deixa a lanterna

O time alvinegro, permanece com 37 pontos e cai para a quarta colocação

Com dois gols do atacante Rafael Moura, o Goiás bateu o Botafogo por 4 a 1 na noite desta quarta-feira, no Serra Dourada, e brecou a ascensão do rival carioca na tabela do Campeonato Brasileiro, além de manter a sua recuperação - não perde há três jogos e deixa provisoriamente a lanterna.

O time alvinegro, que estava invicto há quatro rodadas e vinha de vitórias sobre Santos e São Paulo, permanece com 37 pontos e cai para a quarta colocação. Já o Goiás chega a 20, três de vantagem para o Grêmio Prudente, que enfrenta o Flamengo ainda nesta quarta e pode devolver os esmeraldinos para a última posição em caso de triunfo.

Bastante desfalcado (Marcelo Cordeiro, Marcelo Mattos, Somália, Herrera e Jobson não atuaram), o Botafogo teve mais posse de bola e a primeira boa chance na etapa inicial: Lucio Flavio cruzou para Loco Abreu, que por pouco não desviou para as redes. No entanto, quem saiu na frente foi o Goiás, que marcava forte e dificultava a vida dos visitantes. Aos 15min, Felipe fez boa jogada pela esquerda e cruzou para trás. Wellington Monteiro chutou, a bola tocou em Fahel e morreu nas redes de Jefferson.

O time esmeraldino recuou após o gol e passou a apostar nos contra-golpes. Os cariocas chegaram a assustar em cobrança de falta de Lucio Flavio e em chute de Loco Abreu, para fora, mas foram vazados novamente aos 31min. Wellington Monteiro arriscou de longe, Jefferson espalmou e a bola tocou a trave antes de voltar nos pés de Rafael Moura, que só teve o trabalho de empurrar para o fundo do gol.



O Botafogo descontaria ainda no primeiro tempo. Aos 43min, Edno avançou pela esquerda e cruzou para Loco Abreu marcar pela terceira partida consecutiva. Com Caio na vaga de Lucio Flavio, o time alvinegro se arriscou mais no ataque, mas deixou espaços na defesa, tornando o jogo aberto na etapa final. Nos primeiros dez minutos, Bernardo quase marcou de falta, enquanto Harlei fez duas defesas do outro lado do campo.

Os goleiros seriam os destaques da etapa final. Aos 16min, Jefferson fez linda defesa após chute de Wendel. Em seguida, Loco Abreu quase marcou de cabeça e Alessandro parou no dono da meta adversária. O ritmo do jogo ficou mais lento a partir da metade do segundo tempo, mas, em contra-ataques, o Goiás decidiu.

Aos 35min, Rafael Moura recebeu na área e foi atingido por Alessandro. Pênalti, convertido pelo próprio atacante. No fim, ainda deu tempo de Bernardo ampliar nos acréscimos, aproveitando rebote.

O Botafogo tentará a reação no próximo sábado, quando faz duelo direto contra o Cruzeiro, que venceu o Guarani nesta noite, no Engenhão. Um dia depois, o Goiás buscará manter o embalo no Brasileiro diante do Ceará, no Castelão.

FICHA TÉCNICA

Goiás 4 x 1 Botafogo

Gols

Goiás: Rafael Moura, aos 31min do primeiro tempo e aos 35min do segundo tempo; Wellington Monteiro, aos 15min do primeiro tempo, e Bernardo, aos 46min do segundo tempo

Botafogo: Loco Abreu, aos 43min do primeiro tempo

Ponto Forte do Goiás

Apertou forte a marcação no ataque no primeiro tempo, induzindo o adversário ao erro, e decidiu nos contra-ataques no segundo

Ponto Forte do Botafogo

Valorizou a posse de bola na etapa inicial e levou perigo pela esquerda, com Edno e Renato Cajá se revezando no setor

Ponto Fraco do Goiás

Sofreu com as jogadas pelo alto, principalmente com Loco Abreu

Ponto Fraco do Botafogo

Abusou dos cruzamentos e deu muitos espaços para os donos da casa na etapa final

Personagem do jogo

Rafael Moura, que sofreu pênalti e balançou as redes duas vezes

Lance bizarro

No primeiro tempo, Edno arriscou uma bomba de longe e nocauteou Wendel, que precisou de atendimento médico

Esquema Tático do Goiás

3-5-2

Harlei; Valmir Lucas, Rafael Tolói e Marcão (Rithely); Wendel, Amaral (Carlos Alberto), Wellington Monteiro, Bernardo e Júnior (Douglas); Rafael Moura e Felipe; técnico Jorginho

Esquema Tático do Botafogo

3-6-1

Jefferson; Antônio Carlos, Leandro Guerreiro e Fábio Ferreira; Alessandro, Fahel (Túlio Souza), Lucio Flavio (Caio), Maicosuel, Edno e Renato Cajá (Bruno Thiago); Loco Abreu; técnico Joel Santana

Cartões Amarelos

Goiás: Marcão e Júnior

Botafogo: Fahel

Árbitro

Francisco Carlos Nascimento (AL)

Local

Estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO)

Fonte: Terra, www.terra.com.br