Goleiro Bruno pode sair e declara: "Já deu pra mim"

Goleiro Bruno pode sair e declara: "Já deu pra mim"

Além do goleiro, clube pode não contar com Vagner Love, Adriano, Petkovic e Kleberson para o restante do Brasileiro

No campo das negociações, os maiores esforços da diretoria são na intenção de manter Vagner Love e Adriano (ou pelo menos um deles) na Gávea até o fim do ano. Mas enquanto joga suas fichas no sentimento dos atacantes para renovar com eles, os comandantes do clube podem ser sofrer com uma espécie de reformulação forçada do elenco rubro-negro. Além do Império do Amor, outros nomes importantes podem deixar o Flamengo em breve. Entre eles, Bruno, Petkovic e Kleberson.

No retorno de Santiago, o goleiro desabafou com amigos que sua passagem pela Gávea estava chegando ao fim. Ele se sente perseguido pela torcida, mesmo tendo sido importante durante os quatro anos no clube. Por isso, está cansado de não ser tão valorizado como gostaria. O goleiro tem contrato com o Flamengo até dezembro de 2012, mas deseja ser negociado pela diretoria na próxima janela.

- Não dá mais. Já deu para mim. Está na hora de buscar novos ares ? disse Bruno durante o vôo.

O caso de Petkovic é mais complicado e não depende apenas do interesse esportivo para a renovação ser consumada. É que o advogado do sérvio entrou com ação contra o Flamengo por conta do atraso no pagamento dos seus honorários. O problema é que no contrato que a última gestão fez com o jogador para que ele voltasse ao clube incluía a cláusula de que o parcelamento da dívida com o advogado não poderia atrasar em mais de 90 dias. Caso contrário, todo o acordo poderia ser comprometido.

- Se ele retirar a ação, a renovação é praticamente certa. Caso contrário, fica mais complicado ? disse a presidente Patrícia Amorim no desembarques da delegação no início da noite de sexta-feira.

Ainda no Chile, poucos minutos antes de embarcar rumo ao Brasil, Pet disse que estava ?num caminho bom para renovar?. Mas na chegada ao Rio de Janeiro, ele não quis se manifestar diante da afirmação da dirigente.

- Eu não ouvi o que ela falou e não gosto de me pronunciar em cima daquilo que não ouvi ? afirmou o sérvio.

A saída de Kleberson, por sua vez, não passa por razões parecidas com a destes outros casos. Na verdade, a diretoria entende que deve aproveitar para negociá-lo por conta da valorização com a convocação do volante para a Copa do Mundo. O raciocínio é o mesmo para o caso de Fierro, que deve ir para a África do Sul pela seleção do Chile.

Além de todos estes casos, existem outras possibilidades de saída. Entre elas a de Leonardo Moura e Toró. O lateral-direito não vê com maus olhos a possibilidade de ser negociado para o exterior. Já o volante estaria incomodado por ainda não ter sido procurado para renovar o contrato que termina dia 31 de outubro.

Convencida de que não pode perder as oportunidades do mercado, a diretoria rubro-negra promete acelerar as negociações para ter uma equipe forte no Brasileiro. Se antes esperava o término da Copa do Mundo para agilizar as contratações, já existe a promessa de novidades para a próxima semana. A começar pela efetivação de um vice de futebol, que deve ser o advogado Michel Asseff Filho.

- Vamos ter uma semana intensa agora. Não por causa da eliminação na Libertadores, mas porque já tínhamos programado isso. Vamos ter novidades ? comentou o vice de finanças Michel Levy, que tem participado de todas as negociações do departamento de futebol.

A cúpula rubro-negra promete ir ao mercado para reforçar o time e agilizar as renovações e contratações. Além da permanência de Adriano e Love, o Flamengo não quer perder Maldonado, cujo vínculo termina no fim de agosto. O clube pretende contratar um zagueiro renomado, já que não pretende renovar com Álvaro, cujo contrato termina no próximo mês. Já existe negociações para repatriar o atacante Emerson. E a contratação de Washington, do São Paulo, também está sendo analisada.

Fonte: g1, www.g1.com.br