Goleiro da Bélgica perde dedo e ex-Flamengo é chamado às pressas para substituí-lo

O goleiro Deelkens perdeu 30% do polegar direito ao prendê-lo numa porta

Enquanto negociava com Westerlo, da Bélgica, o goleiro Getúlio Vargas imaginava que sua segunda passagem no futebol europeu começaria apenas no fim de junho, visando à temporada 2009/10. Porém, um acidente doméstico com o goleiro Bart Deelkens, de 31 anos, modificou o planejamento.

Deelkens perdeu 30% do polegar direito ao prendê-lo numa porta. O problema inusitado com o colega de profissão antecipou a viagem de Getúlio, criado nas divisões de base do Flamengo e que estava no Vila Nova-GO.

O goleiro defendeu o Westerlo na temporada 2007/08 e deixou boa impressão. À época tentaram contratá-lo, mas não houve acordo. Agora, porém, as partes devem assinar um contrato por três anos.

- A legislação belga permite inscrever goleiros, mesmo com a janela fechada. Eu estava negociando com o GBA (outro clube belga, onde jogou Leo Moura) e o Yan Coulemans, (treinador do Westerlo e ex-capitão da seleção belga) soube e pediu para o presidente tentar me trazer novamente. Ocorreu essa brecha por causa do acidente e o acerto foi antecipado ? explicou Getúlio, por e-mail.

Na década de 50, o goleiro Castilho, do Fluminense, amputou o dedo mínimo para continuar a carreira. No caso de Deelkens ainda não se sabe se ele poderá voltar a jogar.

Fonte: Globo Esporte