Goleiro Danrlei vai ao velório das vítimas do acidente com jogadores do Brasil de Pelotas

Chorando muito, o goleiro aguarda com familiares, dirigentes e torcedores a chegada do corpo do zagueiro Régis Gouveia

O goleiro Danrlei compareceu, no início da tarde desta sexta-feira, ao Estádio Bento Freitas, onde ocorre o velório dos companheiros no Brasil de Pelotas. Danrlei chegou pouco depois do corpo do centroavante Claudio Milar seguir para o Uruguai, onde será enterrado. E foi muito aplaudido pelos torcedores. Chorando muito, o goleiro aguarda com familiares, dirigentes e torcedores a chegada dos corpos do zagueiro Régis Gouveia e do preparador de goleiros Giovani Guimarães.

Por volta das 23h30min dessa quinta-feira, o ônibus que levava o time de volta a Pelotas, após amistoso contra o Santa Cruz no município de Vale do Sol, tombou e caiu em um barranco de cerca de 40 metros a 50 metros, o equivalente a um prédio de 15 andares. O acidente ocorreu no anel de acesso à BR-392, quando ela se encontra com uma rodovia estadual, a RST 471. O veículo vinha pela 471 quando o motorista perdeu o controle, capotou sobre a pista e despencou rolando. Ao ser socorrido, o motorista disse aos funcionários da empresa Ecosul que não sabia explicar como não conseguira vencer a curva. O ônibus ficou com as rodas para cima.

Danrlei, que atuou no Grêmio e recentemente foi contratado pelo clube pelotense, foi um dos primeiros a sair do veículo, e ajudou no socorro aos colegas. Ele, que apenas machucou o braço, pegou carona até a casa mais próxima, onde buscou a ajuda. Danrlei teria dito que, ao sair do ônibus capotado, percebeu que seu colega Milar, o principal ídolo da torcida xavante, estava morto.

Fonte: GloboEspote, www.globoesporte.com