Goleiro do Vitória falha em decisão, e Bahia conquista título

O Vitória ficou em vantagem logo aos 3min do primeiro tempo

O torcedor do Bahia voltou a comemorar. Depois de 11 anos sem vibrar com o título do Campeonato Baiano e testemunhando a hegemonia do maior rival, a equipe tricolor segurou um empate por 3 a 3 com o arquirrival Vitória, em tarde completamente infeliz do goleiro do time rubro-negro, e voltou a conquistar o título estadual depois de mais uma década de jejum. Fahel, Gabriel e Diones marcaram para os mandantes, enquanto Neto Baiano (duas vezes) e Dinei balançaram as redes pelo outro lado.

O Vitória ficou em vantagem logo aos 3min do primeiro tempo. A bola foi lançada na área, a defesa do Bahia ficou olhando e Neto Baiano, de cabeça, colocou na rede. Contudo, não deu tempo de sentir o gostinho do título porque, aos oito, foi a vez da defesa rubro-negra falhar e Fahel aproveitar para deixar tudo igual.

Nos momentos que sucederam o empate, o time rubro-negro esteve melhor distribuído em campo. Neto Baiano, o artilheiro do Brasil, ainda colocou uma bola na trave.

A emoção da partida pesou um pouco para o Tricolor, que demorou para se ajustar e começar a acertar os passes. Lulinha chegou a perder um gol feito. No entanto, o goleiro Douglas resolveu contribuir e deixou a bola escapar numa cobrança de Gabriel. Anfitriões na frente antes da pausa do intervalo.

Um minuto é suficiente para mudar o destino do futebol. No segundo tempo, o Bahia teve duas chances para matar o jogo e sepultar o Vitória. Não controlou o nervosismo e pecou. Aos sete, Neto Baiano, de pênalti, empatou novamente. Na sequência, Dinei, que entrara no intervalo, virou o placar para o Leão.

O Tricolor, no entanto, não se entregou. Douglas largou a bola nos pés de Diones, que empatou mais uma vez o placar. A bola ciscou nos dois lados para o azar dos cardíacos. Nos minutos seguintes, foi a vez de Marcelo Lomba brilhar para assegurar o título.

Fonte: Terra