Goleiro Julio César sobre duelo com a Alemanha: "vamos vencer"

Goleiro relembra eliminação na Copa América, diz que falhas o deixam triste e afirma que comissão tirou pontos positivos do torneio na Argentina.

A Seleção Brasileira sob o comando de Mano Menezes tem um aproveitamento inferior a 50%. Dos 12 jogos disputados, o time obteve seis vitórias, duas derrotas e quatro empates. Contra os rivais considerados grandes, nenhum triunfo. Quedas para Argentina e França, ambas por 1 a 0, e igualdade com a Holanda (0 a 0). Para o goleiro Julio César, o momento de vencer um time de peso já passou da hora.



"É nesse momento que aparecem os grandes jogadores. No momento de dificuldade é que você precisa mostrar personalidade. O retrospecto contra as seleções mais fortes não é bom. Perdemos para a França, para Argentina. Empatamos com a Holanda. Chegou o momento de vencer", afirmou o goleiro.

Julio César admitiu que ainda não esqueceu a eliminação da Copa América. Na ocasião, o time perdeu nos pênaltis por 2 a 0 para o Paraguai, em partida válida pelas quartas de final. Segundo o goleiro, Mano deve ter tirado conclusões após pouco mais de um mês de convivência com o grupo canarinho.

"Toda competição que você perde fica um gosto amargo. Tem que esquecer. No futebol, ganhando ou perdendo, o outro dia já é outra história. A Copa América seviu para o Mano fazer um bom trabalho, conhecer os jogadores. Não conseguimos o título, mas a comissão técnica tirou algo de positivo do torneio".

O camisa 1 da Seleção Brasileira aproveitou ainda para comentar as falhas que cometeu na Copa América. Segundo Julio César, o segredo é assimilar os erros, levantar a cabeça e dar a volta por cima.

"Fico muito triste. Na minha posição, a falha é visível, fica em destaque. O mais importante em cima disso é ter o controle emocional para superar a adversidade, mostrar que é um jogador de Seleção, que a comissão técnica pode confiar em você. É isso que precisa ser feito. Tenho uma força grande dentro de mim e a falha não vai me abalar", afirmou o goleiro.

Fonte: Globo Esporte, www.globoesporte.com