Gomes pode ir de terceiro goleiro a titular da Seleção

Gomes pode ir de terceiro goleiro a titular da Seleção

Com contusão de Julio César, goleiro pode ser primeiro na história a ganhar titularidade na Copa

No dia do anúncio dos 23 jogadores que iriam à África do Sul, o nome de Gomes só não causou mais surpresa do que o de Grafite, que havia jogado menos de trinta minutos com Dunga. O goleiro do Tottenham venceu a briga com Victor, do Grêmio, e conseguiu a vaga para ir à África do Sul.

Quando a numeração que a seleção usará no Mundial foi divulgada, nova surpresa. Gomes ficou com a camisa 12, e Doni, provável segundo goleiro, ficou com a 23. Durante os treinos da seleção em Johannesburgo, veio a confirmação de que o reserva imediato de Julio César é o jogador do Tottenham.

E a responsabilidade de substituir um dos melhores goleiros do mundo apareceu para Gomes já no primeiro amistoso da seleção. Julio César se machucou logo no início da partida contra Zimbábue, e ele foi para o gol. O Brasil venceu por 3 a 0 e o goleiro mostrou segurança.

Na segunda-feira (7), em novo jogo preparatório para a Copa, Gomes começou a partida diante da Tanzânia como titular, já que Julio César continuava em recuperação de uma lesão. Novamente o goleiro se destacou. Fez boas defesas e passou segurança.

Julio César, titular incontestável do time de Dunga, tem uma semana para se recuperar da contusão nas costas. Se isso não acontecer, Gomes será o goleiro da seleção na estreia da Copa, contra a Coreia do Norte, na terça-feira dia 15. Pelo que mostrou até agora, a torcida do Brasil não tem motivos para duvidar de Gomes.

Fonte: R7, www.r7.com